Beija-Flor vai levar em último carro o Cristo Mendigo de 89 para homenagear Joãosinho Trinta

Fabíola Ortiz

Colaboração para o UOL, do Rio

  • Luiz Caversan/Folhapress

    Carro "Cristo Mendigo" da escola de samba Beija-Flor de Nilópolis, envolto em plástico preto e com uma faixa com a inscrição "Mesmo proibido, olhai por nós!", durante o desfile no sambódromo do Rio de Janeiro (7/2/1989)

    Carro "Cristo Mendigo" da escola de samba Beija-Flor de Nilópolis, envolto em plástico preto e com uma faixa com a inscrição "Mesmo proibido, olhai por nós!", durante o desfile no sambódromo do Rio de Janeiro (7/2/1989)

Para homenagear Joãosinho Trinta, a Beija-Flor vai levar no seu último carro alegórico uma das mais célebres criações do carnavalesco, o Cristo Mendigo. Morto no último dia 17 de dezembro, aos 78 anos, Joãosinho seria um dos destaques no espetáculo da escola de Nilópolis no próximo Carnaval, que levará à Sapucaí o enredo dos 400 anos de fundação de São Luís do Maranhão, cidade natal do artista.

Para preencher a ausência de Joãosinho na avenida, no desfile do dia 19 de fevereiro, e prestar uma grande homenagem ao carnavalesco que revolucionou a estética do carnaval, a escola do Grupo Especial divulgou nesta sexta (30) que a última alegoria do desfile da Beija-Flor em 2012 fará uma alusão ao Cristo Mendigo, carro que abriu o desfile “Ratos e urubus rasguem a minha fantasia” da no Carnaval de 1989.

Naquele ano, a Beija-Flor foi vice-campeã, mas o desfile continua sendo lembrado como um dos mais marcantes da história da passarela do samba carioca.

A convite do diretor de Carnaval da escola, Laíla, o professor e dramaturgo Amir Haddad participará da homenagem ao ilustre maranhense. Haddad foi responsável pela comissão de frente e pela preparação dos componentes que cruzaram a avenida na alegoria naquele ano de 89.

“Recebi o convite do Laíla com muita emoção, porque minha relação com o João foi muito intensa naquele ano. Quando me chamou para fazer parte do desfile, o João me disse que eu carnavalizava o teatro e que ele queria que eu teatralizasse o Carnaval dele”, comentou o criador do grupo de teatro ‘Tá na rua’.

Os mesmos integrantes do grupo que desfilaram há 23 anos devem voltar ao Sambódromo em 2012.

Além do pessoal do "Tá na Rua", atores da Cia. Amor e Arte também vão participar da homenagem a Joãosinho, que assinou os desfiles da Beija-Flor de 1976 a 1992, período em que a escola conquistou cinco campeonatos.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos