Liga das escolas de samba do Rio anuncia subquesitos para julgamento do Grupo Especial

Fabíola Ortiz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • AgNews

    Os quesitos de mestre-sala e porta-bandeira serão julgados de forma diferente em 2012.

    Os quesitos de mestre-sala e porta-bandeira serão julgados de forma diferente em 2012.

A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) anunciou hoje (6) alterações no julgamento das escolas de samba do Grupo Especial que desfila no Carnaval do Rio. A partir deste Carnaval, os julgadores de seis do total de 10 quesitos irão dar notas levando em conta ‘subquesitos’.

A decisão foi tomada numa reunião da diretoria da Liesa nesta semana. Segundo confirmou ao UOL a assessoria de imprensa da Liga, assim como acontecia com o quesito samba-enredo, cuja avaliação é feita considerando-se letra e melodia (somando os dois e gerando uma nota só), os seguintes quesitos também serão divididos: mestre-sala e porta-bandeira, comissão de frente, alegorias e adereços, fantasias e enredo. Os quesitos restantes a serem julgados (harmonia, conjunto, evolução e bateria) permanecerão sem sub-itens.

A "forma" como será feita esta divisão em subquesitos, segundo a assessoria da Liesa, será “oportunamente anunciada”, mas as notas apresentadas serão, sempre, entre 9 e 10. O que cada julgador tirou de subquesito ou outro somente será de conhecimento de todos quando forem divulgadas as justificativas.

A Liesa já havia anunciado a alteração do regulamento do desfile do Grupo Especial no Carnaval 2012 no Rio, quando 13 escolas de samba vão desfilar e duas serão rebaixadas para o Grupo de Acesso. Haverá a redução do quadro de julgadores para permitir que sejam montados apenas quatro módulos de julgamento, em vez de cinco, adaptando-se à nova arquitetura da Marquês de Sapucaí. A nota mínima subiu de 8 para 9 e os julgadores terão que lançar justificativas para as notas que vão de 9,0 a 9,9.

Em outubro do ano passado, a reunião plenária da LIESA já havia decidido também a prerrogativa de o jurado atribuir a apenas uma escola a nota 10,1, como um bônus para a agremiação que melhor se apresentar dentro de cada quesito. O bônus será opcional dependendo do entendimento de cada um dos 40 julgadores. Esta seria, na visão dos organizadores, uma forma de destacar a melhor agremiação em determinado quesito. Porém, o somatório da bonificação não será computado no resultado oficial.

A lista com os nomes dos 40 julgadores será anunciada já na próxima semana.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos