Conheça a trajetória do camarote número 1 da Sapucaí

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    A apresentadora Adriane Galisteu na festa do Camarote Brahma, no Carnaval de 2001

    A apresentadora Adriane Galisteu na festa do Camarote Brahma, no Carnaval de 2001

Criado em 1991, com a proposta de reunir personalidades em evidência nas áreas da cultura, do esporte, da economia e da política, o Camarote Brahma se tornou o principal ponto de encontro VIP do Carnaval. “É um projeto que trabalhei minha vida inteira para concretizar. Sou um festeiro e fico atento às necessidades dos convidados”, diz Oliva, idealizador de empreendimentos que fizeram história na noite paulistana, como as boates Gallery e Resumo da Ópera.

Na primeira edição do camarote, personalidades como o cantor Roberto Carlos, o empresário Silvio Santos e a apresentadora Xuxa foram algumas das presenças de destaque. “Depois começamos a escalar os convidados internacionais. Caso de Maradona, Arnold Schwarzenegger, Quincy Jones...", enumera.

“Claro que essas pessoas não vêm por um cachê. À Madonna, por exemplo, oferecemos uma doação de US$ 1 milhão para sua ONG”, revela Oliva. “São pedidos prontamente atendidos. E que gringo não se impressionaria com o Carnaval do Rio, uma das maiores festas do mundo?”.

Mas já houve exceções. “Fui buscar o Jean Claude Van Damme no aeroporto e levei um furo. Ele teve um problema familiar bem no dia da viagem e desmarcou a vinda em cima da hora”, relembra Oliva.

  • Mastrangelo Reino/Folha Imagem e Divulgação

    Os convidados internacionais do camarote: o ator austriaco Arnold Schwarzenegger, a atriz americana Pamela Anderson, o craque argentino Diego Maradona e a popstar americana Madonna.

As musas

A escolha das "musas" do camarote começou em 2002, quando o espaço já havia se consolidado enquanto referência do Carnaval carioca. “A cada ano percebíamos que as famosas criavam abadás cada vez mais bonitos. Então pensamos em eleger uma delas para ser ‘o rosto' que representaria nosso camarote, vestindo a camiseta”, conta Oliva.

Como a musa desta folia será o próprio Camarote Brahma, uma megaestrutura foi montada para receber os convidados. “O espaço está bem mais amplo, a vista é muito melhor, com uma frisa espetacular para ver os desfiles”, explica o empresário. “Esperamos 800 pessoas a cada noite”.     

  • Divulgação

    Croqui do Camarote Brahma 2012, que receberá 800 convidados por noite

Saiba quais foram os destaque do espaço, ano a ano:  

2011 - Camarote Vou morrer de saudades
Musa - Luma de Oliveira

Reconhecido como um ícone do carnaval carioca, o Camarote da Brahma celebrou sua 21ª edição com uma volta ao tempo e recorda a história que o consolidou como o primeiro e mais importante evento do gênero no País. Com o tema “Vou morrer de saudades”, o espaço mais badalado da Sapucaí reune cenografias e atrações que marcaram edições anteriores.

2010 - Camarote da Brahma 20 anos
Musa - Paola Oliveira

Camarote da Brahma chega à 20ª edição como o espaço mais badalado e cobiçado da Sapucaí. Instalado na antiga fábrica da Brahma, o local simboliza a forte ligação que a marca tem com a festa mais popular do Brasil e consolida-se como o primeiro e mais importante evento do gênero no país.

  • Mastrangelo Reino/Folha Imagem

    Grazi, a musa de 2009


2009 - Camarote Nº 1
Musa - Grazi Massafera

Para reforçar ainda mais o seu caráter exclusivo, o Camarote da Brahma passou por uma reforma assinada pelo arquiteto André Piva, que o transformou em um amplo e aconchegante lounge-bar. A lista de convidados ficou ainda mais selecionada e a chef Flavia Quaresma fez parceria com banqueteiro Viko Tangoda para elaborar o cardápio. A partir da reforma, o espaço passou a contar com uma estrutura permanente de restaurante, bar e de banheiros, que podem ganhar uma decoração diferente a cada ano. Outro ponto forte da edição foi o rebaixamento do piso na área interna dos janelões, que dobrou a capacidade de pessoas ao mesmo tempo em que melhorou a visibilidade da avenida.

2008 - As Maravilhas do Rio
Musa - Luiza Brunet

O Camarote encantou os convidados com as Maravilhas do Rio. A Lagoa Rodrigo de Freitas, o Mirante e a Vista Chinesa, o típico bonde e a escadaria de Santa Teresa, o Jardim Botânico, os Arcos da Lapa e até a praia com o Copacabana Palace foram reproduzidos no espaço. Casuarina, Bangalafumenga, Monobloco e DJ Marlboro ficaram responsáveis por animar os convidados nos intervalos dos desfiles.

2007 - Brahma. Todo Mundo Ama
Musa - Daniella Cicarelli

O espaço abordou a cultura cervejeira brasileira pelo mundo afora. Para isso, foi feita uma interpretação criativa de alguns lugares, como Paris, Las Vegas e Veneza. Bistrôs franceses, um boteco chinês, um autêntico cassino de Las Vegas e um deserto australiano com direito a performance de aborígenes e a imponente Piazza San Marco, de Veneza, estavam entre as atrações da cenografia.

  • Divulgação

    Jennifer Jopez: em 2012 será a vez dela mostrar seu samba no pé no Camarote Brahma


2006 - Copa do Mundo
Musa - Raica Oliveira

A marca patrocinadora da seleção brasileira desde 1994 não poderia deixar de falar de futebol em ano de Copa do Mundo. Toda a cenografia foi inspirada na esquina da Rua Alzira Brandão com a Conde de Bonfim, o primeiro ponto de concentração de torcida no Brasil e um dos mais conhecidos pelo país afora. Além disso, os convidados tinham à disposição as camisas da Seleção Brasileira para que transmitissem mensagens de sorte aos jogadores. As peças foram entregues à delegação brasileira.

2005 - Made in Brazil: O Brasil está na Moda
Musa - Ana Hickmann

O Camarote da Brahma completa 15 anos e presta homenagem a personalidades e produtos brasileiros que fazem sucesso no mundo. Com uma comemoração verde, amarela, vermelha e branca, o badalado espaço exaltou ícones nacionais como o carnaval, futebol, música, moda, café e as belas paisagens. Itens da cenografia faziam menção aos principais produtos, personalidades e pontos turísticos brasileiros. Dentre os destaques, um painel gigante reproduzia mais de dez obras de arte do renomado artista plástico Romero Brito. Por fim, a homenagem ao carnaval com a participação especial da bateria da escola de samba Acadêmicos da Rocinha.

2004 - Cinema Nacional
Musa Carla Camurati

Por conta da indicação do filme Cidade de Deus ao Oscar, o cinema Brasileiro foi o grande homenageado desta edição e invadiu do espaço da Sapucaí, que se transformou em um verdadeiro set de filmagem. Logo na entrada, os convidados eram recebidos por dançarinos que faziam alusão aos antigos musicais. Toda a cenografia foi baseada em filmes brasileiros com representatividade nacional e internacional. O restaurante foi montado em um formato de drive-in, com direito a um grande telão que exibiu trechos de clássicos e filmes inéditos.

2003 - Música Brasileira
Musa - Fernanda Abreu

A edição reverenciou a música brasileira. Teve o restaurante “Bossa Nova” e o bar “MPB” e contou ainda com uma réplica do boêmio bairro da Lapa, com suas casas antigas e os famosos Arcos.  

  • Mastrangelo Reino/Folha Imagem

    Gisele: musa em 2002


2002 - Futebol
Musa - Gisele Bündchen

O Camarote da Brahma inova mais uma vez e passa a ter uma musa para representar o espaço e os valores da marca. Gisele Bündchen foi a primeira musa do espaço. Por ser ano de Copa do Mundo e para reforçar a forte ligação da marca com futebol, o campeonato mundial foi novamente o tema do evento. Um mini-estádio, com um pequeno campo de futebol, e o “Túnel do Tetra” - com imagens das copas de 1958, 1962, 1970 e 1994 – inseriam o público no clima do esporte. Já o restaurante virou museu: fotos antigas de jogos e jogadores, imagens da cidade do Rio de Janeiro, além de camisas de times de futebol e outros itens do universo futebolístico.

2001 - Praias cariocas
A edição fez uma homenagem às praias cariocas e contou com uma réplica do calçadão de Copacabana. Para transportar os convidados ao universo aquático, o acesso aos janelões foi transformado em um túnel de ondas e o restaurante foi decorado como o fundo do oceano, com as paredes confeccionadas em acetato transparente e tecido azul.

2000 - Paisagens cariocas
O Camarote da Brahma completa 10 anos e leva os lugares famosos do Rio de Janeiro para dentro do seu espaço, como o “Restaurante da Tijuca”, em homenagem à Floresta da Tijuca, e uma réplica da praia de Ipanema com direito a um “ambulante” que oferecia aos convidados espetinho de queijo coalho preparado na hora.  

1999 - Sabor Nº1
O espaço faz uma homenagem aos botecos do Rio de Janeiro e a cenografia foi inspirada nos típicos botequins cariocas, além de conter a réplica de um calçadão e de uma praia. No interior do restaurante e na área externa estavam representadas as fachadas dos dez botequins cariocas vencedores do projeto Rio Botequim.

1998 - Copa do Mundo
Patrocinadora da seleção brasileira desde 1994, a Brahma ressalta o seu forte vínculo com o futebol com uma homenagem à Copa do Mundo e ao seu país sede, a França. Neste ano, a camiseta do espaço era verde e amarela, fazendo referência à camisa da seleção brasileira. Na área externa, foi montada uma réplica da Torre Eiffel e um elevador panorâmico, e na parte interna os convidados contavam com um café em estilo francês e painéis fotográficos que retratavam paisagens francesas.

1997- O Sabor do Carnaval
O tema resgata a história e o glamour do carnaval. O espaço prestou homenagem a importantes figuras da festa popular, como Carmen Miranda, Noel Rosa, Neguinho da Beija-Flor, Monarko, Emilinha Borba, Beth Carvalho, Clóvis Bornay, Paulinho da Viola, Ary Barroso, João Nogueira, Martinho da Vila, Cartola, Grande Otello, Pixinguinha, entre outros. Imensos painéis fotográficos compunham uma vitrine para um pierrô e uma colombina, que recepcionavam os convidados. Os tradicionais bailes de carnaval também foram lembrados.

1996 - Primeira edição temática: Olimpíadas
O Camarote da Brahma mostra mais uma vez a capacidade de surpreender a público e, a partir desta edição, assume um formato temático. Por conta das Olimpíadas, que ocorreu no mesmo ano, o espaço fez uma homenagem ao evento esportivo. Entre os espaços criados estavam o Sport Bar e o Salão de Jogos, que continha elementos de cenografia como mesa de sinuca, jogo de dardo, tabela de basquete, mesa de pingue-pongue e máquinas de fliperama. A partir deste ano o credenciamento passou a ser computadorizado (foto e impressão do cartão), o que aumentou a qualidade e agilidade do serviço.

1991 - 1995
Acontece em 1991 a primeira edição do Camarote da Brahma que, até 1995, consolidou-se como o Camarote Nº1. O fato de poder ir ao Sambódromo com conforto e segurança e assistir com visão privilegiada ao desfile era o grande diferencial do espaço, primeiro do segmento a surgir em todo o Brasil. Nos anos seguintes o sucesso se repetiria e, para complementar as ações de carnaval, a Brahma realiza o Grito Nº1, um baile pré-carnavalesco que aconteceria em diversas cidades do Brasil. Outra ação que vale ser lembrada foi a homenagem feita pelo espaço aos 100 brasileiros Nº1. A seleção foi feita por leitores da revisa Veja. Cada um dos eleitos teve o direito de ir ao camarote e levar um acompanhante.

 

 



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos