Após problemas com fantasias em 2014, Vila Isabel planeja desfile com rigor

Anderson Baltar

Do UOL, no Rio

Em 1974, com o enredo "Aruanã Açu", a Unidos de Vila Isabel fez um desfile em que nada deu certo. Com um samba que enaltecia a abertura da Transamazônica, a escola desfilou sob vaias e ficou em último lugar no desfile principal – só não foi rebaixada graças a uma providencial virada de mesa. O episódio doeu fundo no coração de Martinho da Vila que, inspiradíssimo, compôs "Renascer das Cinzas", uma das joias de seu repertório e, atualmente, um dos hinos da escola do bairro de Noel. Quarenta e um anos depois, a azul e branco incorpora o discurso da canção e aposta em um Carnaval de reconstrução, após o desfile de 2014, marcado por fantasias e alegorias inacabadas - o que levou à agremiação o décimo lugar.

"Estamos em dívida com a nossa comunidade, temos consciência disso", afirma o diretor de Carnaval, Tavinho Novello, que acompanhou de perto os problemas de 2014 e foi mantido na função pela nova diretoria, capitaneada pela presidenta, Elizabeth Aquino, a Dona Beta. Para que o próximo Carnaval seja diferente, a escola passou por profundas transformações em seu barracão. "Planejamento é a palavra chave. Em junho, nós preparamos o calendário da escola, com toda a programação até o dia do desfile. E o cronograma está sendo rigorosamente cumprido", afirma Tavinho.

Segundo o diretor de Carnaval, os componentes da Vila Isabel podem ficar tranquilos quanto às fantasias, que começarão a ser distribuídas às alas no dia 28 de janeiro. "Desde o início de dezembro todos os sapatos já estão prontos.  Metade das alas já estavam prontas no final de dezembro e agora todas estão finalizadas. Isso era questão de honra para nós", assegura Tavinho Novello. As alegorias, que também passaram incompletas no último carnaval, também são confeccionadas em um ritmo satisfatório. "O nosso objetivo é fechar o barracão faltando uma semana para o carnaval. Tivemos um ano muito difícil, já que fornecedores e empreiteiros não queriam trabalhar com a gente, mas com seriedade e empenho, estamos conseguindo. Essa escola é muito grande. Vamos fazer um grande Carnaval.", promete Tavinho.

Em relação aos segmentos, a escola virá muito diferente do que se apresentou em 2014. Mantidos ,apenas o intérprete Gilsinho e o mestre de bateria Wallan Amaral. O carnavalesco é Max Lopes, que volta à Vila após 19 anos de afastamento e trouxe um enredo diferenciado, em homenagem aos 80 anos do maestro Isaac Karabtchevsky. "Não faremos um enredo biográfico. Mostraremos, através das obras que ele regeu, um panorama da ópera e do balé", explica o diretor de Carnaval.

Na comissão de frente, a Vila Isabel conta com o coreógrafo Jaime Arôxa. Após causar impacto na União da Ilha no carnaval passado, o dançarino promete mais uma performance arrebatadora: "Não posso dar um passo para trás. É um desafio grande e a Vila está me dando todas as condições de fazer ainda melhor. Estamos bolando uma coreografia surpreendente e que terá uma visão lúdica, original, leve e elegante do universo da música", explica Arôxa.

Há pouco menos de um mês para o desfile, a escola teve um problema com um de seus quesitos mais importantes: a porta-bandeira Natália Pereira, com tendinite no joelho, teve que se afastar do cargo e foi substituída por Dandara, neta de Martinho da Vila. Em par com o mestre-sala Diego Machado, ela afirma que está pronta para o novo desafio: "Vamos com muita garra, lutar pelos 40 pontos. Mesmo sem tanto entrosamento, vamos nos superar".

Com 100% das alas voltadas para a comunidade e realizando ensaios de rua desde outubro, a Vila Isabel demonstrou, no ensaio técnico da Sapucaí, um canto forte e entrosado. Dentro do espírito de reconstrução, a escola promete, como no clássico de Martinho, mais uma vez, renascer das cinzas.

Ficha Técnica – Unidos de Vila Isabel
Títulos: Campeã do Grupo Especial em 1988, 2006 e 2013
Presidente: Elizabeth Aquino (Dona Beta)
Carnavalesco: Max Lopes
Intérprete: Gilsinho
Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Diego Machado e Dandara
Mestre de Bateria: Wallan Amaral
Comissão de Frente: Jaime Arôxa
Rainha de Bateria: Sabrina Sato
Enredo para 2015: "O maestro brasileiro está na terra de Noel, a partitura é azul e branco, da nossa Vila Isabel"
Ordem de desfile: Quarta escola a desfilar no domingo de carnaval. Início de desfile entre 0h45 e 1h36.
Informações sobre ensaios: www.gresunidosdevilaisabel.com.br

Veja também



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos