São Paulo

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://carnaval.uol.com.br/2016/album/2016/02/09/apuracao-do-desfile-das-escolas-de-samba-de-sao-paulo.htm
  • totalImagens: 39
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20160209151006
    • São Paulo [5110];
    • Entretenimento [22798];
Fotos

9.fev.2016 - Integrantes das escolas de samba de São Paulo começam a chegar para a apuração no Palácio de Convenções do Anhembi, zona norte da capital Alessandro Reis/UOL Mais

9.fev.2016 - Tudo pronto no Anhembi para o início da apuração das notas dos desfiles das escolas de samba de São Paulo Alessandro Reis/UOL Mais

Os troféus destinados aos vencedores do Carnaval de São Paulo já estão no Palácio de Convenções do Anhembi, onde é realizada nesta terça-feira (9) a apuração das notas dos jurados Lucas Lima/UOL Mais

Diferentemente dos anos anteriores, em que a apuração ocorria no sambódromo, a contagem das notas de 2016 foi organizada no hall do Palácio das Convenções do Anhembi, para evitar contratempos com a chuva prevista para a cidade na tarde desta terça-feira (9) Lucas Lima/UOL Mais

A apuração das notas dos jurados dos desfiles das escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo ocorre na tarde desta terça-feira (9) no hall do Palácio das Convenções do Anhembi, para evitar contratempos com a chuva prevista para a cidade Lucas Lima/UOL Mais

Mestre Zulu, ao centro, comanda a leitura das notas dos jurados do Carnaval de São Paulo, na tarde desta terça-feira (9) Reprodução/TV Globo Mais

09.fev.2016 - O sambódromo paulistano, que fica ao lado do Palácio de Convenções do Anhembi, onde ocorre a apuração do desfile das escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo Reprodução/TV Globo Mais

09.fev.2016 - Diferentemente dos anos anteriores, em que a apuração ocorria no sambódromo, a contagem das notas de 2016 foi organizada no hall do Palácio das Convenções do Anhembi, para evitar contratempos com a chuva prevista para a cidade na tarde desta terça-feira (9) Lucas Lima/UOL Mais

Solange Bichara, presidente da Mocidade Alegre, acompanha a leitura das notas com apreensão, ao lado das diretorias das outras escolas de samba Lucas Lima/UOL Mais

Solange Bichara, presidente da Mocidade Alegre, acompanha a leitura das notas com apreensão, ao lado das diretorias das outras escolas de samba Lucas Lima/UOL Mais

Diretoria da Pérola Negra acompanha a leitura das notas no Anhembi, na zona norte de São Paulo Lucas Lima/UOL Mais

Dirigentes da escola de samba Dragões da Real fazem torcida durante a leitura das notas, no Palácio de Convenções do Anhembi Lucas Lima/UOL Mais

Dirigentes da Águia de Ouro oscilam entre otimismo e apreensão durante a leitura das notas Lucas Lima/UOL Mais

A diretoria da Unidos do Peruche, na tarde desta terça-feira de Carnaval no Anhembi, à espera do resultado Lucas Lima/UOL Mais

A madrinha de bateria da Unidos de Vila Maria, Dani Bolina, acompanha a leitura das notas de sua escola no Anhembi Lucas Lima/UOL Mais

A polícia civil acompanha a apuração das notas dos jurados das escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo Lucas Lima/UOL Mais

Leitura das notas do quesito evolução causou revolta entre dirigentes de várias escolas. Dois jurados não deram nenhuma nota dez, fazendo com que várias agremiações se sentissem injustiçadas. Além disso, um dos jurados deixou de atribuir uma nota à Império de Casa Verde, fazendo com que fosse repetida para a escola a maior nota neste quesito dada por outros jurados -- que posteriormente revelou-se um dez Reprodução/TV Globo Mais

Leitura das notas do quesito evolução causou revolta entre dirigentes de várias escolas. Dois jurados não deram nenhuma nota dez, fazendo com que várias agremiações se sentissem injustiçadas. Além disso, um dos jurados deixou de atribuir uma nota à Império de Casa Verde, fazendo com que fosse repetida para a escola a maior nota neste quesito dada por outros jurados -- que posteriormente revelou-se um dez Reprodução/TV Globo Mais

Leitura das notas do quesito evolução causou revolta entre dirigentes de várias escolas. Dois jurados não deram nenhuma nota dez, fazendo com que várias agremiações se sentissem injustiçadas. Além disso, um dos jurados deixou de atribuir uma nota à Império de Casa Verde, fazendo com que fosse repetida para a escola a maior nota neste quesito dada por outros jurados -- que posteriormente revelou-se um dez Reprodução/TV Globo Mais

Leitura das notas do quesito evolução causou revolta entre dirigentes de várias escolas. Dois jurados não deram nenhuma nota dez, fazendo com que várias agremiações se sentissem injustiçadas. Além disso, um dos jurados deixou de atribuir uma nota à Império de Casa Verde, fazendo com que fosse repetida para a escola a maior nota neste quesito dada por outros jurados -- que posteriormente revelou-se um dez Lucas Lima/UOL Mais

Leitura das notas do quesito evolução causou revolta entre dirigentes de várias escolas. Dois jurados não deram nenhuma nota dez, fazendo com que várias agremiações se sentissem injustiçadas. Além disso, um dos jurados deixou de atribuir uma nota à Império de Casa Verde, fazendo com que fosse repetida para a escola a maior nota neste quesito dada por outros jurados -- que posteriormente revelou-se um dez Lucas Lima/UOL Mais

Leitura das notas do quesito evolução causou revolta entre dirigentes de várias escolas. Dois jurados não deram nenhuma nota dez, fazendo com que várias agremiações se sentissem injustiçadas. Além disso, um dos jurados deixou de atribuir uma nota à Império de Casa Verde, fazendo com que fosse repetida para a escola a maior nota neste quesito dada por outros jurados -- que posteriormente revelou-se um dez Lucas Lima/UOL Mais

Uma grande confusão, com empurra-empurra e agressões físicas, envolve representantes de várias escolas de samba durante a apuração das notas dos desfiles das escolas de samba de São Paulo. Pela segunda vez na tarde desta terça-feira (9), uma nota deixou de ser atribuída a uma escola -- desta vez no quesito harmonia -- revoltando dirigentes de outras agremiações, já que a nota "em branco" é substituída pela nota mais alta dada no mesmo quesito por outros jurados Reprodução/TV Globo Mais

Membro da segurança da Unidos de Vila Maria é imobilizado por policiais no meio da confusão e da briga generalizada entre representantes das escolas e organizadores da apuração. Pela segunda vez na tarde desta terça-feira (9), uma nota deixou de ser atribuída a uma escola -- desta vez no quesito harmonia -- revoltando dirigentes de outras agremiações, já que a avaliação "em branco" é substituída pela nota mais alta dada no mesmo quesito por outros jurados. A Vila Maria se queixou de uma nota baixa Reprodução/TV Globo Mais

Membro da segurança da Unidos de Vila Maria é imobilizado por policiais no meio da confusão e da briga generalizada entre representantes das escolas e organizadores da apuração. Pela segunda vez na tarde desta terça-feira (9), uma nota deixou de ser atribuída a uma escola -- desta vez no quesito harmonia -- revoltando dirigentes de outras agremiações, já que a avaliação "em branco" é substituída pela nota mais alta dada no mesmo quesito por outros jurados. A Vila Maria se queixou de uma nota baixa Lucas Lima/UOL Mais

Membro da segurança da Unidos de Vila Maria é detido por policiais após confusão e briga generalizada entre representantes das escolas e organizadores da apuração. Pela segunda vez na tarde desta terça-feira (9), uma nota deixou de ser atribuída a uma escola -- desta vez no quesito harmonia -- revoltando dirigentes de outras agremiações, já que a avaliação "em branco" é substituída pela nota mais alta dada no mesmo quesito por outros jurados. A Vila Maria se queixou de uma nota baixa Reprodução/TV Globo Mais

Membro da diretoria da X-9 Paulistana durante confusão generalizada que envolveu representantes de várias escolas durante a apuração do Carnaval 2016. Pela segunda vez na tarde desta terça-feira (9), uma nota deixou de ser atribuída a uma escola -- desta vez no quesito harmonia Lucas Lima/UOL Mais

Uma grande confusão, com empurra-empurra e agressões físicas, envolve representantes de várias escolas de samba durante a apuração das notas dos desfiles das escolas de samba de São Paulo Lucas Lima/UOL Mais

Membros da diretoria e representantes da Império de Casa Verde acompanham a apuração das notas do Carnaval de São Paulo, com apreensão e ambiente tenso Reprodução/TV Globo Mais

À frente do placar, membros da diretoria e representantes da Império de Casa Verde acompanham a apuração das notas do Carnaval de São Paulo, com apreensão e ambiente tenso Reprodução/TV Globo Mais

À frente do placar, membros da diretoria e representantes da Império de Casa Verde acompanham a apuração das notas do Carnaval de São Paulo, com apreensão e ambiente tenso Reprodução/TV Globo Mais

É campeã! Torcedores da Império de Casa Verde comemoram o título da escola ainda durante a leitura do último quesito -- fantasia -- que deu à agremiação da zona norte o título de campeã do Carnaval 2016 Reprodução/TV Globo Mais

É campeã! Representantes da Império de Casa Verde comemoram o título da escola durante a leitura do último quesito -- fantasia -- que deu à agremiação da zona norte o título de campeã do Carnaval 2016 Lucas Lima/UOL Mais

É campeã! Representantes da Império de Casa Verde comemoram o título da escola durante a leitura do último quesito -- fantasia -- que deu à agremiação da zona norte o título de campeã do Carnaval 2016 Lucas Lima/UOL Mais

Império de Casa Verde faz a festa ao sagrar-se campeã do Carnaval 2016 de São Paulo, depois de uma polêmica apuração de notas, que teve empurra-empurra e agressões entre dirigentes Levi Bianco /Brazil Photo Press/Folhapress Mais

Torcedores da Império de Casa Verde comemoram o título de campeã do Carnaval 2016 na quadra da escola, na zona norte de São Paulo, perto do sambódromo do Anhembi Danilo Verpa/Folhapress Mais

Império de Casa Verde recebe a taça de campeã do Carnaval 2016 de São Paulo, depois de uma polêmica apuração de notas, que teve empurra-empurra e agressões entre dirigentes Lucas Lima/UOL Mais

Império de Casa Verde recebe a taça de campeã do Carnaval 2016 de São Paulo, depois de uma polêmica apuração de notas, que teve empurra-empurra e agressões entre dirigentes Lucas Lima/UOL Mais

Dirigentes da Império de Casa Verde carregam a taça de campeã do Carnaval 2016 de São Paulo, após a apuração das notas no Palácio de Convenções do Anhembi, na zona norte de São Paulo Alessandro Reis/UOL Mais

Apuração do desfile das escolas de samba de São Paulo

Mais álbuns de UOL Carnaval 2016 x

Mais Álbuns de Carnaval

UOL Cursos Online

Todos os cursos