Rio de Janeiro

Zezé diz que mãe não desfilará no Carnaval e que pai sai "mesmo doentinho"

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

Zezé di Camargo está empolgado com o desfile da Imperatriz Leopoldinense, que homenageia a história dele e do irmão Luciano, no Carnaval deste ano do Rio de Janeiro, mas se sente incompleto pela ausência  da mãe.  É que o pastor da igreja em que dona Helena é missionária não liberou que ela esteja no desfile da escola de samba.

"A igreja não entende essas situações.  Por ela, ela viria, pelo tamanho da homenagem,  ela sabe separar essa coisa da festa e da religião, mas a igreja não entenderia. A minha mãe é uma pessoa de muita fé, a gente tem que respeitar",  disse o cantor,  que esteve na madrugada desta quinta-feira (14) divulgando o camarote da dupla na Sapucaí. O evento aconteceu na mansão do diretor Wolf Maya no Joá, zona Sul do Rio de Janeiro.

O pai dos sertanejos,  Francisco, desfila na escola mesmo debilitado. No ano passado, ele chegou ser internado com problemas pulmonares e permanece em tratamento.

"Meu pai está confirmado, ele está um pouquinho doentinho, meio debilitado, mas ele disse que vai nem que seja sentado numa cadeira".

Zezé virá num carro que homenageia os compositores e violeiros e terá 160 violões. Luciano desfila no carro de engraxates, que representa sua primeira profissão,  quando tinha apenas 6 anos.

Zilu sai no carro da família como destaque principal. A atual namorada de Zezé, Graciele Lacerda, será destaque do segundo carro.

"Vou representar Goiás. A minha fantasia é tipo as Angels da Victoria's Secret. Ela é pequena, verde, mostra um pouquinho do corpo,  por isso estou malhando pesado",  disse a namorada do cantor.

Zezé garante que não sentirá ciúmes de ver a amada desfilando com uma fantasia pequena.

"Ela é uma mulher muito bonita e o que é bonito tem que ser mostrado, não tenho ciúmes.  Vai ser um momento maravilhoso pra ela e pra toda a minha família".

Durante o evento no Rio, Zezé dançou e cantou ao lado da bateria da Imperatriz o samba de 2015 e os sucessos da dupla "É o Amor" e "Mexe Que É Bom".

Zezé toca tamborim ao lado da rainha Cris Vianna

  •  

Sertanejos investem em camarote na Sapucaí
Zezé di Camargo e Luciano terão pela primeira vez na Sapucaí um camarote sertanejo, em parceria com a boate Pink Elephant. O espaço, com orçamento estimado em R$ 6 milhões,  tem capacidade para receber 600 pessoas por dia e terá shows de Michel Teló e da dupla Henrique e Juliano.

Os empresários também estão negociando um contrato com o DJ americano Bob Sinclair, para apresentação no domingo (7/2).

"Nunca imaginava ser homenageado um dia dentro de um desfile de Carnaval carioca, é um sonho. Essa coisa da música sertaneja ter ganhado o Brasil inteiro e, quando soubemos que seríamos homenageados pela Imperatriz, aumentou a vontade de trazer um camarote sertanejo para a Sapucaí. Estou realizando um sonho inimaginável ao trazer esse camarote. Era muito distante pra gente fazer isso". 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos