São Paulo

Mocidade Alegre fará nova homenagem a Marília Pêra no Sambódromo

Janaina Nunes

Colaboração para o UOL, em São Paulo

A escola de samba Mocidade Alegre decidiu fazer uma nova homenagem póstuma para Marília Pêra no Carnaval. A atriz, que morreu em dezembro, foi enredo da agremiação paulista em 2015. Antes de iniciar seu desfile no sambódromo neste ano, a escola do bairro do Limão fará um esquenta para celebrar a artista.

"Vamos fazer um lindo festejo para Marília. Nossa presidente falará da alegria e do aprendizado que ela trouxe para a nossa comunidade e vamos cantar o muito samba-enredo que fizemos para ela", conta Francisco Angelo, diretor de comunicação da escola de samba.

Em 2015, a Mocidade ficou em segundo lugar no Carnaval Paulista. Perdeu para a Vai-Vai, que fez uma impecável homenagem para a cantora Elis Regina. "Perdemos por pouco, foram três décimos, mas o aprendizado foi imenso. Marília participou de todo processos de criação, sugeriu muito coisa e nos ensinou muito. O entrosamento foi tão bom que chegamos a convidá-la para desfilar neste ano. Não sabíamos de sua doença. Ela nunca demonstrou nada. Foi sempre uma dama, e disse que viria. Infelizmente, ela não estará conosco fisicamente, mas será sempre lembrada por nós" diz Ângelo. 

Divulgação
Capa da fotobiografia de Marília Pêra
A agremiação também deixou marcas na atriz. Na próxima segunda (25), dia em que Marília completaria 73 anos, será lançada no Rio de Janeiro a fotobiografia "Marília Soares Marzullo Pêra" (editora Arte Ensaio), escrita por Marília durante seu último ano de vida e por sua irmã, a também atriz Sandra Pêra.  No livro, que traz fotos de todo sua carreira, ela também faz uma homenagem para a agremiação do Limão, conhecida como Morada do Samba.

"Marília também se encantou com a Mocidade. Sempre falou do carinho que recebeu da comunidade e de todos envolvidos com o Carnaval da escola. Todos seguiram suas orientações. Realmente, foi algo marcante. A última página do livro traz uma foto de Marília durante o desfile e a letra do samba-enredo da Mocidade", contou Nilza Guimarães, ex-assistente de Marília.

Representantes da escola estarão no Rio prestigiando o lançamento. "Também estamos esperando a resposta do Bruno Farias (viúvo da atriz). Queremos que ele desfile com a gente. Soubemos também que a Marília nos deixou um presente. Não sabemos o que é nem quando nos entregarão, mas receberemos com carinho", conta o diretor

Durante os ensaios na quadra e os realizados no Anhembi a presidente da escola, Solange Bichara, tem prestado homenagens para Marília. "Mas no dia do desfile será mais emocionante", avisa Ângelo. A Mocidade Alegre trará neste ano um enredo sobre os 100 anos do samba. Ela desfilará no segundo dia (6 de fevereiro) à 1h45.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos