São Paulo

"Não me considero uma beldade no Carnaval, sou uma foliã", diz Ellen Rocche

Janaína Nunes

Do UOL, em São Paulo

Após passar dificuldade por dois anos seguidos com suas fantasias no Carnaval paulista, a atriz Ellen Rocche, rainha de bateria da Rosas de Ouro avisa: virá com um modelo mais leve que a ajude a alegrar sua escola. "Afinal, estou ali para passar a energia e a alegria dos componentes. Não me considero uma beldade. Sou uma foliã", afirmou ao UOL.

No passado, Ellen usou uma fantasia que gerou muita polêmica. Muita gente comentou que a atriz estava acima do peso. A Rosas acabou ficando em terceiro lugar e, no desfile das campeãs, a loira veio com outro modelito. "Em 2015, usei corsolet escuro cheio luzes de led que acenderiam, por um problema técnico isso não ocorreu. Além disso, a fantasia tinha 10 quilos e o corselet abriu na avenida, dando impressão que eu estava mais cheinha e, dependendo do ângulo , estava mesmo. Sou voluptuosa. Em 2014, estava de borboleta, choveu forte, entrei sem asas e meu salto quebrou na avenida. Agora, pedi uma roupa mais leve. Experimentei, fiz algumas modificações em comum acordo com carnavalesco e tomamos todo o cuidado para evitar surpresas ruins", contou.

A fantasia ainda está passando por ajustes, apesar da Rosas já desfilar na madrugada deste sábado, às 2h30, pois Ellen argumenta ter perdido alguns quilinhos por conta dos trabalhos na Globo. Ela fez a Capitu na nova versão da "Escolinha do Professor Raimundo" e, desde o início, de janeiro está envolvida com a produção "Haja Coração", próxima novela das sete da emissora.

"Tento fazer musculação três vezes por semana para aguentar o ritmo do Sambódromo. Quando não posso, corro. Procuro não ficar encanada com o corpo. Tento ser eu mesma. Me aceitar do que jeito que sou: tenho coxona, muito peito, muita bunda, cintura fininha e essa cara de 'trakinas'. Não existe um padrão de corpo para desfilar. Basta estar saudável", afirmou.

Quase uma década de reinado

Ellen Roche é rainha de bateria da Rosas há nove anos, porém desfila na escola há 15 anos. Em 2017, provavelmente haverá uma festa para homenageá-la. Resta saber se ela ficará ainda reinando no posto. "Já sou quase velha guarda na escola.Torço para Rosas desde criança. Comecei a desfilar e só depois alguns anos virei rainha, o que eu adoro. Sei que tudo é fase. Vou ficar lá. Não importa em qual posto. Aprendi a aproveitar o hoje. De toda maneira, terei histórias para contar para meus netos", completou. A agremiação trará o enredo sobre tatuagens neste Carnaval. Muitos integrantes da Roseira fizeram algum desenho no corpo, mas a atriz não teve coragem. "Nunca me tatuei. Tenho medo e também gosto sempre do novo. Fico com medo de fazer a tatuagem e enjoar", finalizou.

A Rosas de Ouro desfila nesta sexta (5), às 2h30, e leva para a Avenida o enredo "Arte à Flor da Pele. A Minha História Vai Marcar Você".

 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos