Salvador

Durval Lelys quer novos ritmos em Salvador e voto consciente dos foliões

Ana Cora Lima

Do UOL, em Salvador

Muito se discute se a invasão do sertanejo, o forró e o funk no Carnaval de Salvador não seria muito nocivo para o axé. Com quase 30 anos de sucessos nas costas, Durval Lélys quer mais mistura.

"Eu acho maravilhoso e nós estamos trazendo todos pra cá. Bahia é um celeiro de talentos e essa troca, esse contato é bom", afirmou ao UOL.

De bermuda, camiseta e chinelos de dedo, Durval se sente muito à vontade momentos antes de subir ao trio e cantar para milhares de pessoas às 16h, neste sábado de Carnaval em Salvador. Desde 2014, com o Asa de Águia de molho, ele faz seu desfile solo.

"Está muito quente lá fora?", perguntou para um amigo com quem conversava antes de atender a imprensa no camarim dentro do trio.

Pequeno e simples, o camarim não tem nada de luxuoso. Só o ar condicionado, que de tão potente virou objeto de desejo dos repórteres, para que a conversa fosse a mais cumprida entrevista do dia.

No lugar de uma mesa, uma bancada de guloseimas com canapés, frutas e doces chamava a atenção  dos convidados.

Além de espalhar certo romance no ar com hits do axé, como "Ver o que Restou" e "Ficar com Você", Durval fez questão de alertar os foliões para votar consciente nas próximas eleições.

"Uma campanha sobre voto e sempre importante. Quantos mais brasileiros tiverem essa consciência do voto e melhor para o nosso País", afirmou.

 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos