Salvador

"Música não pode ter rótulo", diz Tomate sobre mistura de ritmos

Felipe Abílio

Do UOL, em Salvador

  • Felipe Abílio/UOL

    Tomate se prepara para puxar o trio Pirraça no circuito Barra/Ondina no Carnaval de Salvador

    Tomate se prepara para puxar o trio Pirraça no circuito Barra/Ondina no Carnaval de Salvador

Conhecido como um dos cantores de axé mais versáteis do Carnaval de Salvador, Tomate agitou o público no trio Fissura ao passar pelo circuito Barra/Ondina neste sábado (6).

"Acho que eu ajudo as pessoas a abrirem a cabeça para perceber que música não pode ter rótulo. Tem que ter uma mistura o tempo todo, estou fazendo minha parte. Isso é Brasil, é Carnaval", disse o cantor em entrevista ao UOL.

Com a saída de Ivete Sangalo do arrastão na quarta-feira de cinzas 2016 será o último ano da cantora no circuito, Tomate é um dos nomes mais cotados para assumir o posto. O cantor não esconde a empolgação

"O cantor tem que estar onde faz bem, e isso é no meio do público, onde ele pode trocar aquela energia, independentemente de arrastão, pipoca, camarote. Para mim, é sempre bom. E eu estou pronto para me divertir com todo mundo", contou Tomate.

Axé com pop, funk, rap e groove

Após passar o Carnaval de 2015 sem lançar nenhuma música para o verão e investir em um disco folk, Tomate apresentou duas novas faixas para 2016: "Docinho", que mistura pop funk e axé, e "Bota Fé", que fala sobre a Bahia, mas mostra um rap com groove.

"Não estava a fim e na vibe o ano passado, mas neste ano decidi fazer duas com mais alegria e energia para o público se divertir."
 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos