Salvador

Com Brown, Sepultura e Angra celebram invasão do metal em Salvador

Do UOL, em São Paulo

Defensor da democratização de ritmos no Carnaval, o músico Carlinhos Brown se apresentou ao lado das bandas Sepultura e Angra no Circuito Barra-Ondina, em Salvador, no sábado (6). Trajados de preto, "headbangers" se uniram aos foliões que aproveitavam a festa baiana ao som de pagode e axé.

No repertório do Angra, clássicos roqueiros como "We Will Rock You", do Queen, "Rock and Roll All Nite", do Kiss, e "Highway to Hell", do AC/DC. Já o Sepultura levantou o folões com a pesada "Refuse/Resist".

"Incrível o Carnaval da Bahia. Muito legal, uma grande oportunidade para participar do evento mais incrível do mundo", avaliaram os músicos do Sepultura, Derrick Green e Andreas Kisser, em entrevista à Agência de Notícias de Salvador.

A mescla musical foi elogiada por Rafael Bittencourt e Felipe Andreoli, respectivamente, guitarrista e baxista do Angra: "Já tínhamos essa ideia, vontade de participar do Carnaval de Salvador. Mas agora conquistamos este momento, considerado histórico, não somente para o Angra ou Sepultura, mas para toda a música brasileira. Tem muita gente curtindo vários estilos, e isso é o Brasil. Agradecemos muito essa grande oportunidade que Brown nos concedeu".

"Música não pode ter rótulo"
A diversidade de ritmos tem sido um dos assuntos do Carnaval baiano em 2016. A cantora Márcia Freire, ex-Cheiro de Amor, chegou a criticar neste fim de semana a invasão de estilos na festa soteropolitana.

Já nomes como Wesley Safadão e o cantor Tomate defenderam o caldeirão musical. "Acho que eu ajudo as pessoas a abrirem a cabeça para perceber que música não pode ter rótulo. Tem que ter uma mistura o tempo todo, estou fazendo minha parte. Isso é Brasil, é Carnaval", disse Tomate em entrevista ao UOL.
 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos