Rio de Janeiro

Estado do Rio recebeu 3,3 milhões de turistas durante o Carnaval

Da Agência Brasil

O Estado do Rio de Janeiro recebeu mais de 3,3 milhões de turistas durante o carnaval, dos quais 2,3 milhões visitaram municípios do interior, segundo dados divulgados nesta sexta (12) pela Secretaria Estadual de Turismo. Mais de 1,2 mil blocos e escolas de samba desfilaram em todo o estado, um aumento de 16,38% em relação ao ano passado e de 42,69% na comparação com 2014.

Na capital, 1,026 milhão de turistas movimentaram cerca de R$ 3 bilhões durante o Carnaval, marcado pela apresentação das escolas de samba na Marquês de Sapucaí e pelos desfiles de 505 blocos de rua oficiais.

A pesquisa de ocupação hoteleira no carnaval 2016, divulgada pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro (Abih-RJ), mostra que a média geral na capital ficou em 85,93%, com expansão de 2,55% em comparação à sondagem feita no mesmo período do ano passado.

De acordo com a entidade, a maioria dos bairros cariocas teve ocupação superior a 90%, com destaque para Flamengo e Botafogo, com reservas superiores a 94%; e Ipanema e Leblon, com mais de 92% dos quartos vendidos. Copacabana e Leme registraram média de ocupação de 90,02%, seguidos pela região do Centro (82,44%). A Barra da Tijuca, na zona oeste, e São Conrado, na zona sul, tiveram 70,40% de quartos ocupados no carnaval.

Cerca de 65% dos hóspedes eram turistas nacionais, segundo a Abih-RJ, e 35% vieram de outros países, principalmente da Argentina e dos Estados Unidos.

Interior

A Secretaria de Turismo revelou que nas principais regiões turísticas do estado, os hotéis e pousadas tiveram 95% de ocupação, o que representa crescimento de 3,35% em relação ao mesmo período de 2015. Os recordistas foram os municípios de Angra dos Reis (Costa Verde), Maricá (Região dos Lagos), Nova Friburgo (Região Serrana), São João da Barra (Norte Fluminense), Niterói e Mangaratiba (Região Metropolitana).

As cidades de Paraty, na Costa Verde, e Vassouras, no centro-sul do estado, alcançaram quase 100% de ocupação hoteleira no carnaval. Na Região Serrana, a média chegou a 95% e a Região dos Lagos teve 90% de ocupação.

Na avaliação do secretário de Turismo, Nilo Sergio Felix, a alta do dólar e a divulgação dos atrativos turísticos pelo estado foram os responsáveis pelo incremento do turismo nas cidades do interior. Felix destacou que o estado do Rio de Janeiro tem atrativos para todos os gostos. "Tanto para os que não dispensam o agito dos blocos de rua e desfiles de carnaval, quanto para os que procuram destinos com mais tranquilidade, isolados dos festejos de Momo", comparou.

UOL Cursos Online

Todos os cursos