Blocos de rua

SP isolará áreas residenciais de Pinheiros e vetará blocos em grandes vias

Junior Lago/UOL
Blocos de Carnaval terão restrições para desfilar pelos bairros de Pinheiros e na Vila Madalena, principalmente nas vias maiores Imagem: Junior Lago/UOL

Em São Paulo

03/02/2017 17h54

A Prefeitura Regional de Pinheiros vai isolar as Zonas Estritamente Residenciais (ZERs) e Predominantemente Residenciais (ZPRs) da região para assegurar a "tranquilidade dos moradores, visando a não-perturbação do sossego" durante o Carnaval. Serão instaladas grades de proteção no acesso a bairros como Jardim das Bandeiras, Vila Jataí (divisa com a Vila Madalena), Jardim Europa e Alto de Pinheiros nos dias 18 e 19 (pré-Carnaval), 25, 26, 27 e 28 de fevereiro (Carnaval) e 4 e 5 de março (pós-Carnaval).

De acordo com portaria publicada nesta sexta-feira (3) no Diário Oficial da Cidade, a Prefeitura de Pinheiros vetou oficialmente a passagem de megablocos. Os grupos com aval para desfilar não poderão reunir mais de 20 mil foliões cada.

Também ficou proibido o desfile de blocos nas principais vias da região: Avenidas Paulo VI, Sumaré, Brigadeiro Faria Lima (entre a rua Teodoro Sampaio e rua Hélio Pelegrino), Brasil, Cidade Jardim, Nove de Julho, Pedroso de Morais, Eusébio Matoso e Rebouças; ruas Teodoro Sampaio, Cardeal Arcoverde, Henrique Schaumann, Paes Leme, Eugênio de Medeiros, dos Pinheiros (entre as avenidas Pedroso de Morais e Brigadeiro Faria Lima), Estados Unidos, Groenlândia e Butantã; Alameda Santos; e praças Benedito Calixto, Horácio Sabino, Edgard Hermelino Leite e Doutor Julio Conceição Neves.

Segundo o prefeito regional Paulo Mathias, o veto é uma medida de bom senso. "Há outras localidades mais apropriadas para a passagem dos blocos do que as ruas residenciais, que nem comportam os desfiles", disse.

Na quinta-feira, durante reunião no Ministério Público Estadual, Mathias informou que donos de bares se comprometeram a fechar seus estabelecimentos às 22 horas para evitar aglomerações no quadrilátero formado pelas ruas Inácio Pereira da Rocha, Harmonia, Wisard e Simão Álvares e em suas imediações depois da dispersão dos blocos.

A mesma portaria estipula em cinco horas o tempo máximo de duração dos desfiles desde a concentração até a dispersão, que deve ocorrer, obrigatoriamente, até 20 horas. A regional também definiu que não será permitida a permanência de pessoas portando objetos pontiagudos, garrafas, recipientes de vidro ou que ofereçam risco de danos à coletividade e aos participantes do evento.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
Agência Estado
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
Agência Estado
Carnaval 2017
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
Topo