Blocos de rua

Um dia após tumulto, paulistano curte Exagerado e BaianaSystem no Memorial

Felipe Gabriel/UOL
Sem superlotação, os foliões acompanharam com mais tranquilidade os shows do bloco carioca Exagerado e da banda BaianaSystem no Memorial da América Latina Imagem: Felipe Gabriel/UOL

Jussara Soares

Colaboração para o UOL, em São Paulo

12/02/2017 20h48

Com mudança nos acessos de entrada e saída e reforço de segurança, o segundo dia do evento Carnaval na Praça, no Memorial da América Latina, na Barra Funda, em São Paulo, ocorreu sem o tumulto do dia anterior neste domingo (12). Sem superlotação, os foliões acompanharam com mais tranquilidade os shows do bloco carioca Exagerado e da banda BaianaSystem.

O evento, que inicialmente estava programado para acabar às 20h, terminou mais cedo. O som foi desligado às 18h30 e o público, orientado a deixar o local.

No sábado, quando se apresentaram os blocos Bangalafumenga e Sargento Pimenta, os portões do Memorial foram fechados quando o limite de 10 mil pessoas foi atingido. Com aglomeração do lado de fora, houve tumulto e invasão. Um portão foi arrombado e algumas pessoas pularam as grades e ocuparam a passarela e outras áreas proibidas.

Para este domingo, a organização manteve três portões para a entrada de foliões e dois exclusivos para a saída. O número de seguranças passou de 120 para 205.

Neste domingo, o evento começou às 12h com público pequeno. O bloco Exagerado, fundado em 2015 para homenagear Cazuza, iniciou com os foliões ainda frios.

Aos poucos, à medida que sucessos como ‘Ideologia’, ‘Malandragem’ e ‘Pro Dia Nascer Feliz’ foram tocados, o público começou a entrar no clima. "Eu gosto mais do Banga e do Sargento, mas ontem estava muito tumulto. Hoje estou conseguindo curtir mais, comprar bebida e conversar", disse a jornalista Flávia Piza, de 24 anos.

Fundador do bloco Exagerado, Raphael Braga, de 31 anos, disse que o Carnaval de rua de São Paulo já supera o do Rio. "Os paulistanos pegaram a ideia do Rio e fizeram melhor. Aqui é muito mais organizado", comparou. Segundo ele, o bloco estrear na capital paulista ganha mais projeção. "Se você toca em São Paulo, toca para o Brasil inteiro, disse Braga.

Quando a eletrizante banda BaianaSystem subiu ao palco por volta das 16h30, o Memorial já estava lotado, mas era possível se locomover com tranquilidade mesmo com o público pulando sem parar ao som da mistura da guitarra baiana e do soundsystem jamaicano, com as letras provocativas de Russo Passapusso, compositor e cantor da banda.

Felipe Gabriel/UOL
Russo Passapusso, líder da BaianaSystem Imagem: Felipe Gabriel/UOL
"A vibração deles é superpositiva, e as letras são temas atuais. Vim para vê-los apenas", disse a programadora visual Mônica Pinho, 38 anos. "A guitarra baiana e a alma do Russo no palco é que mudam tudo. Eles são a cara da música baiana dessa geração", disse o designer Daniel Araújo, de 26 anos.

"Depois de Salvador, São Paulo talvez seja a cidade que a gente mais tenha essa relação com o público. O Carnaval aqui era uma incógnita, mas o público estava demais, diferente até de um show", disse o guitarrista Roberto Barreto.

A organização – da produtora Oficina da Alegria -- divulgou um público rotativo estimado em 85 mil nos dois dias, sendo 60 mil no sábado e 25 mil neste domingo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
Agência Estado
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
Agência Estado
Carnaval 2017
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
Topo