Rio de Janeiro

No barracão da Imperatriz, Raoni e líderes indígenas alertam sobre o Xingu

Estefan Radovicz/Agência O Dia/Estadão Conteúdo
24.fev.2017 - Entrevista coletiva na Cidade do Samba, na Região Portuária do Rio, para divulgar o carnaval da Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense, que homenageia povos do Xingu. Na foto, o Cacique Raoni Imagem: Estefan Radovicz/Agência O Dia/Estadão Conteúdo

Anderson Baltar

Colaboração para o UOL, no Rio

24/02/2017 15h55

A dois dias de seu desfile, a Imperatriz Leopoldinense recebeu a visita do cacique Raoni e de outras 16 lideranças indígenas em seu barracão, na Cidade do Samba (Zona Portuária do Rio de Janeiro). A comitiva conheceu os detalhes do desfile da escola, que será a terceira a se apresentar no domingo de Carnaval no Sambódromo.

A verde, branca e ouro, que irá apresentar o enredo “Xingu, o clamor que vem da floresta”, foi envolta em grande polêmica na temporada pré-carnavalesca por conta das críticas do agronegócio ao seu enredo. Em entrevista coletiva, após o tour, o carnavalesco Cahê Rodrigues afirmou que o assunto já está encerrado. “Hoje o assunto é Carnaval e estamos felizes em receber essas lideranças para a grande festa, que começa no domingo”, afirmou Cahê.

Segundo o carnavalesco da Imperatriz, o momento é de fortalecer a mensagem do enredo da escola que, em sua opinião, foi mal interpretada. “Quando escolhemos o enredo, não queríamos só fazer um espetáculo, mas dar voz aos índigenas e mostrar a luta dos povos da floresta. Infelizmente, algumas pessoas se confundiram com nossa verdade e trouxeram uma polêmica desnecessária. Espero que vejam que nunca tivemos a intenção de agredir ninguém e, sim, de enaltecer os povos do Xingu”, explicou.

Estefan Radovicz/Agência O Dia/Estadão Conteúdo
Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense homenageia os povos do Xingu Imagem: Estefan Radovicz/Agência O Dia/Estadão Conteúdo

Os líderes, das etnias Kamaiurá,Yawalapiti, Kaiapó, Kalapalo, desfilarão no último carro da escola. Os indígenas aproveitaram a presença de vários correspondentes internacionais e fizeram discursos inflamados em defesa da Floresta Amazônica. O cacique Raoni foi um dos mais enfáticos: “Estou aqui também por um motivo só: para falar que é preciso dar respeito a cada um dos indígenas. Não aceitamos desmatamento e poluição dos rios nas áreas indígenas. Quero que todos vocês mostrem essa fala para o mundo inteiro, para que todos me ouçam”.

Duas mulheres tiveram falas bastante aplaudidas. Sonia Guajajara alertou contra o crescimento do preconceito contra os indígenas e fez um agradecimento à Imperatriz Leopoldinense. “Obrigado à escola por nos dar um elemento a mais para a luta, em um momento em que enfrentamos alianças políticas e econômicas poderosas. O Carnaval pode politizar o debate e fortalecer a luta dos povos indígenas”. Bel Juruna, em nome de onze etnias do Alto Xingu, fez um desabafo contra a ocupação da floresta por mineradoras e criticou a construção da usina de Belo Monte. “Estão matando os nossos rios, desviando seus cursos. Nosso povo está morrendo. E nós só queremos defender a nossa terra”.

A coletiva, como não poderia deixar de ser, terminou em samba, com a apresentação da bateria da escola, com o intérprete Arthur Franco e o casal de mestre-sala e porta-bandeira Thiaguinho Mendonça e Rafaela Theodoro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Da Redação
Da Redação
do UOL
Agência Estado
Da Redação
Estadão Conteúdo
Da Redação
do UOL
do UOL
do UOL
redetv
do UOL
Agência Estado
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
Colunas - Flavio Ricco
Topo