São Paulo

O que leva mestres-salas e porta-bandeiras a "desabar" ao fim do desfile?

Mariana Pekin/UOL
Porta-bandeira da Dragões da Real passa mal depois de desfile Imagem: Mariana Pekin/UOL

Alessandro Gil Reis

Colaboração para o UOL

26/02/2017 09h56

Emoção de terminar mais um desfile, responsabilidade de ser um dos quesitos avaliados pelos jurados, desgaste físico, calor. Uma combinação de fatores pode levar mestres-salas e porta-bandeiras ao limite na avenida.

Na noite deste sábado (25), em São Paulo, pelo menos três integrantes de escolas passaram mal ao final dos desfiles: o primeiro casal da Império de Casa Verde, Rodrigo Antônio e Jéssica Gioz, e a terceira porta-bandeira da Dragões da Real, Giulia Guimarães.
 
Ao UOL, Rodrigo disse que o calor e a emoção foram responsáveis pelo mal-estar. "O desfile foi tranquilo. Foi uma queda de pressão por causa do calor. Foi depois da faixa amarela [no final da avenida] que a gente passou mal. Foi mais emoção do que outra coisa", falou o mestre-sala, já recuperado.
 
Amanda Perobelli/UOL
Rodrigo e Jéssica, primeiro casal da Império, passaram mal ao fim do desfile Imagem: Amanda Perobelli/UOL
 
Companheira de Rodrigo na avenida, Jéssica teve mais um agravante: 40kg de fantasia nas costas. Com um figurino bem mais leve do que a da colega da Império, Giulia também creditou o susto à emoção. 
 

Preparação intensa

Principal casal da Vai-Vai, Pingo e Paulinha passaram por uma "preparação intensa" ao longo do ano para encarar o grande dia na avenida.
 
Alessandro Gil Reis/UOL
Pingo, mestre-sala da Vai-Vai Imagem: Alessandro Gil Reis/UOL
 
"A gente encarou uma preparação intensa para desempenharmos bem nosso papel. Muita academia, treinos físicos exaustivos", disse Pingo ao UOL, no final do desfile da Vai-Vai, depois de ser recebido por integrantes da escola com copos de água para matar a sede. 
 
Nos ensaios, eles usam as fantasias do Carnaval anterior, para se acostumarem com o peso da roupa. Mesmo assim, Paulinha garante que nunca quer saber quantos quilos carrega no corpo para "não mexer no emocional". 
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
Agência Estado
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Carnaval 2017 - Link Externo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
Agência Estado
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
Maurício Stycer
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
Agência Estado
UOL Entretenimento
do UOL
Topo