Blocos de rua

Baixinhos e grandinhos se divertem no desfile da Banda de Ipanema, no Rio

Bernardo Moura

Colaboração para o UOL, no Rio

27/02/2017 20h57

Quem chegava na Praça General Osório, em Ipanema, na zona Sul do Rio, no final da tarde desta segunda-feira (27), ouvia o grito dos vendedores ambulantes vendendo sprays de espuma por oito ou dez reais entre as crianças, que adoravam jogar a "neve" em todas as direções, e os pais, que corriam atrás de seu filhos.

No chão da praça, o cimento das pedras portuguesas quase não era visto. A tal neve, os confetes, muitas serpentinas e outros apetrechos carnavalescos cobriam o chão, funcionando como uma espécie de tapete para as 5.000 pessoas, segundo a organização do bloco.

Por quatro horas, o 53º desfile da Banda de Ipanema, que foi criada em 1965, homenageou o centenário de grandes bambas da música como Dalva de Oliveira, Antônio Callado, Chacrinha, João Saldanha e Severino Araújo. 

Bernardo Moura/UOL
A mamãe Carla levou Kira Alexandra e Juliana Helena, de 11 anos, para ver a Banda de Ipanema Imagem: Bernardo Moura/UOL

O presidente do bloco, Cláudio Pinheiro, apontou o motivo pelo qual a Banda por ser pioneira no Carnaval de rua do Rio fazia esta grande homenagem.

"A Banda sempre teve este pioneirismo no Carnaval do Brasil e esta homenagem é para os grandes mestres da música que já fizeram parte de algum modo da nossa história. É muito importante que a segunda-feira seja reservada para as crianças. Assim, elas já estão tendo o contato com músicas que fazem parte do nosso Carnaval e terão quando estiverem adultas", analisou.

O carioca Sidnei Paiva, 34, pode ser considerada a prova viva do discurso de seu Cláudio. Ele, pai de Rafaela, 1 ano e meio, e de Isabela, 4, acha muito importante que o Carnaval seja de paz, brincadeiras e alegria para a criançada.

"Você consegue tornar o Carnaval como uma verdadeira oportunidade. As fantasias, as ilusões, as brincadeiras. As minhas filhas olharem para o lado e verem várias princesinhas ou super-heróizinhos é uma coisa boa. Não tem porquê o Carnaval não ser vinculado à alegria", pontua.

Bernardo Moura/UOL
Antônio Magalhães, 5, escolheu a fantasia de pirada para o desfile da Banda de Ipanema Imagem: Bernardo Moura/UOL

Bernardo Moura/UOL
Sidnei Paiva com as filhas Rafaela, de 1 ano e meio, Isabela, de 4 Imagem: Bernardo Moura/UOL

 
As amigas Kira Alexandra e Juliana Helena, de 11 anos, adoram Carnaval e sempre frequentam a segunda-feira da Banda de Ipanema: "Estou aqui com minha melhor amiga e a gente está escutando muita música, rindo e se divertindo muito", diz Juliana.

Antônio Magalhães, que fez questão de contar que daqui a dois meses irá fazer 6 anos e estava fantasiado de pirata, disse que está com uma rotina muito cheia no Carnaval: "Este é o meu primeiro bloco de hoje. Mas eu já fui em outros blocos. E eu tenho me divertido muito", revela.

Pensa que acabou? Não mesmo. Onde tem criança, tem palhaço! A companhia de artistas UPA Da Palhaçada, formada pelos palhaços Márcio, Cláudio, Valeria e Levy, fazia sorrir todos os baixinhos e grandinhos que estavam presentes no bloco. Márcio contou que eles fazem a alegria brotar nos locais mais cinzas como asilos e orfanatos.

"Nós somos um grupo de amigos interessados em promover a alegria. Estamos indo a vários blocos. Fazemos este trabalho há dois anos. E receber o retorno das crianças não tem valor. É muito gratificante", conta.

Bernardo Moura/UOL
A UPA Da Palhaçada é formada pelos palhaços Márcio (de boné de enfermeiro), Cláudio (com o megafone), Valeria (de peruca roxa) e Levy (de preto) Imagem: Bernardo Moura/UOL

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
Agência Estado
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
Agência Estado
Carnaval 2017
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
Topo