São Paulo

Nenê de Vila Matilde e Águia de Ouro são rebaixadas em São Paulo

Do UOL, em São Paulo

28/02/2017 18h08

A Nenê de Vila Matilde e a Águia de Ouro caíram para o Grupo de Acesso do Carnaval de São Paulo. A apuração -- realizada na tarde desta terça-feira (28), no sambódromo do Anhembi -- foi decidida apenas nas últimas notas do último quesito, samba-enredo. A Nenê, escola da zona leste, apostou suas fichas em um enredo que homenageava Curitiba, enquanto a Águia de Ouro, da zona oeste, optou por levar à avenida uma reflexão sobre os direitos dos animais.

Penúltima a desfilar na noite de sábado, a Nenê entrou no sambódromo com quase uma hora de atraso porque seu presidente, Rinaldi Andrade, o Mantega, recusou-se a colocar a escola na avenida com a pista molhada. A Vai-Vai, agremiação que passou antes, jogou água no chão durante sua passagem -- o enredo, sobre a Mãe Menininha do Gantois, mencionava as Águas de Oxalá. O público não gostou do atraso e chegou a vaiar a Nenê.

Além da rainha da bateria, Ariellen Domiciano, a agremiação tinha entre os destaques a YouTuber Kéfera, que fez sua estreia no samba paulistano, e também a modelo Ju Isen, acolhida depois de ser expulsa da Unidos do Peruche. No ano anterior, ela tirou a roupa em pleno Anhembi em protesto contra a escola, que não havia permitido que ela desfilasse com um tapa-sexo com uma imagem pró-impeachment. Em 2017, um dia antes de sair pela Nenê, ela protestou novamente, desta vez com um ensaio fotográfico anticorrupção

Já a Águia de Ouro -- que só caiu para as últimas posições no último quesito da apuração, samba-enredo -- foi a última a passar na primeira parte dos desfiles, já com o dia claro e as arquibancadas esvaziadas. A agremiação apresentou o enredo "Amor com Amor se Paga. Uma História Animal" e teve um desafio para o Carnaval 2017: produzir o desfile sem usar penas, plumas e outros materiais de origem animal

A escola passou com alegorias lúdicas e bem coloridas, e teve como destaque principal a apresentadora Luisa Mell, que é militante pelos direitos dos bichos e interpretou na avenida um anjo protetor, com uma roupa de 240 mil cristais. Além dela, a top model e apresentadora Fernanda Tavares também participou do desfile motivada pela causa. A rainha de bateria é Cinthia Santos.

O Grupo de Acesso se apresenta tradicionalmente no domingo de Carnaval. Pelo Grupo de Acesso, desfilaram em 2017 as escolas Estrela do Terceiro Milênio, Leandro de Itaquera, Camisa Verde e Branco, Independente, X-9 Paulistana, Imperador do Ipiranga, Colorado do Brás e Pérola Negra.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
Agência Estado
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Carnaval 2017 - Link Externo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
Agência Estado
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
Maurício Stycer
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
Agência Estado
UOL Entretenimento
do UOL
Topo