Rio de Janeiro

Apuração das escolas de samba do Rio começa às 16h45; saiba como será

Bruna Prado/UOL
Portela é uma das favoritas ao título do Carnaval 2017 Imagem: Bruna Prado/UOL

Do UOL, em São Paulo

01/03/2017 11h43Atualizada em 01/03/2017 16h04

A Sapucaí voltará a ser o centro das atenções a partir das 16h45 desta quarta-feira (1º), quando as notas dos jurados do Carnaval 2017 do Rio de Janeiro serão reveladas. Acompanhe no UOL a apuração em tempo real.

Em sorteio feito na sede da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), foi definida a ordem de leitura das notas: 1- Alegorias e adereços; 2 – Bateria; 3 – Fantasias; 4 – Samba Enredo; 5 – Comissão de Frente; 6 – Evolução; 7 – Harmonia; 8 – Mestre-sala e Porta-bandeira; e 9 – Enredo.

Com essa ordem, o enredo, que é o último quesito, será o primeiro a ser usado como desempate. Se o empate continuar, o desempate será feito no quesito anterior, e assim sucessivamente.

Este Carnaval tem uma diferença em relação aos anteriores: são seis jurados por quesito, mas apenas quatro notas serão válidas na apuração. Os dois reservas também atribuirão notas, mas suas avaliações só serão divulgadas e computadas caso um dos titulares tenha algum problema e não possa concluir sua avaliação.

Cada um dos 54 jurados deve atribuir notas de 9 a 10 (com o fracionamento de décimos) para os nove quesitos. 

Problemas podem afetar notas

Após um Carnaval ofuscado por dois trágicos acidentes envolvendo carros alegóricos de Paraíso do Tuiuti e Unidos da Tijuca, que deixaram mais de 30 feridos, ainda não se sabe se as agremiações serão penalizadas. Em uma reunião na tarde desta quarta, a Liesa decidiu que nenhuma escola será rebaixada.

Mangueira e Portela deverão disputar décimo a décimo o título. A campeã de 2016 fez uma apresentação de plástica irretocável, em mais um grande trabalho de Leandro Vieira. E impulsionada por um bom samba-enredo, desfilou com a tradicional garra.

Teve problemas sérios de evolução, com a formação de um buraco à frente ao supermódulo por conta da dificuldade de deslocamento de seu segundo carro alegórico. Já a Portela, em outro grande trabalho de Paulo Barros, fez um desfile bastante técnico, mas com impacto e momentos de emoção.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
Agência Estado
Da Redação
Estadão Conteúdo
Da Redação
do UOL
do UOL
do UOL
redetv
do UOL
Agência Estado
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Agência Estado
do UOL
Colunas - Flavio Ricco
do UOL
Carnaval 2017
Topo