O Ceará de Rachel de Queiroz e José de Alencar é o enredo da União da Ilha

Júlio César Guimarães/UOL
União da Ilha espalhou aromas pela Sapucaí no Carnaval 2018 com enredo sobre culinária brasileira Imagem: Júlio César Guimarães/UOL
Anderson Baltar

Anderson Baltar

Anderson Baltar é jornalista, formado pela UFRJ e tem 42 anos. Com mais de 15 anos de experiência na mídia carnavalesca, foi assessor de imprensa da União da Ilha e Império Serrano, produtor de Carnaval da TV Globo e trabalhou em coberturas de desfiles nas rádios Manchete e Tupi. Desde 2011, é âncora e coordenador da Rádio Arquibancada, web rádio com programação inteiramente voltada para o Carnaval. Em 2015, lançou o livro "As Primas Sapecas do Samba", ao lado dos também jornalistas Eugênio Leal e Vicente Dattoli.

08/07/2018 20h58

Com feijoada em sua quadra lotada, a União da Ilha do Governador divulgou, na tarde deste domingo (8), o seu enredo para o Carnaval 2019. "A peleja poética entre Rachel e Alencar no avarandado do céu", desenvolvido pelo carnavalesco Severo Luzardo, pretende fazer uma exaltação ao Ceará baseada nos escritos de dois dos maiores autores de nossa literatura: Rachel de Queiroz e José de Alencar.

Partindo para o terceiro Carnaval comandando o barracão da União da Ilha, Severo revela que o enredo surgiu de um lampejo, a partir do momento em que soube da negociação da escola com empresários cearenses para patrocinar o desfile da agremiação. A ideia principal foi fugir dos tradicionais enredos de exaltação a pontos turísticos e trazer uma temática envolvente e de conteúdo cultural.

“Quando falamos em literatura, conquistamos as pessoas. Portanto, ao saber de uma proposta de enredo, fiz essa contraproposta de mostrar o Ceará a partir de tudo que Alencar e Rachel escreveram. Em todas as suas obras há pelo menos um parágrafo exaltando o povo, a cultura, a culinária, as tradições cearenses. É por esse caminho que iremos”, revela Severo. As negociações de patrocínio estão em andamento.

Divulgação
Logo da União da Ilha para o Carnaval 2019 Imagem: Divulgação

Um fato interessante que também será revelado pela União da Ilha na Sapucaí é que Rachel de Queiroz morou na Ilha do Governador. “Ela será o elo entre o Ceará, a Ilha do Governador e a União da Ilha, já que aqui morou e chegou até a escrever sobre o Carnaval da região muito antes da escola ser fundada”, explica o carnavalesco.

Escola de samba querida pelo público e famosa pelos sambas antológicos, a União da Ilha nunca foi campeã do Grupo Especial. Para se recuperar do décimo lugar no último Carnaval, Severo aposta na força do enredo e torce para que os compositores se inspirem para propiciar uma disputa de sambas em alto nível. “Precisamos de um samba que toque a alma do componente, que reflita a tradição da Ilha e o jeito do povo cearense, que é sempre tão alegre. Quero um samba que o componente cante com sorriso nos lábios”, ressalta o artista. A sinopse da União da Ilha está prevista para sair no final de julho e a disputa de sambas deverá ocorrer durante o mês de setembro e as primeiras semanas de outubro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais CarnaUOL

Topo