Feriado quente com as eliminatórias nas escolas de samba cariocas

Eduardo Hollanda/Divulgação
Eliminatória da Mocidade acontecem no dia 22/9 Imagem: Eduardo Hollanda/Divulgação
Anderson Baltar

Anderson Baltar

Anderson Baltar é jornalista, formado pela UFRJ e tem 42 anos. Com mais de 15 anos de experiência na mídia carnavalesca, foi assessor de imprensa da União da Ilha e Império Serrano, produtor de Carnaval da TV Globo e trabalhou em coberturas de desfiles nas rádios Manchete e Tupi. Desde 2011, é âncora e coordenador da Rádio Arquibancada, web rádio com programação inteiramente voltada para o Carnaval. Em 2015, lançou o livro "As Primas Sapecas do Samba", ao lado dos também jornalistas Eugênio Leal e Vicente Dattoli.

06/09/2018 17h35

Setembro chegou e com ele, a reta final da disputa de samba nas escolas cariocas. Neste feriado prolongado, é um programa quase obrigatório acompanhar as eliminatórias nas quadras. Das 14 agremiações do Grupo Especial, 10 estão com os concursos que escolherão os sambas para o próximo Carnaval em andamento e em diferentes momentos. Se na Mocidade Independente de Padre Miguel, que abrirá a temporada de finais no dia 22 de setembro, apenas seis sambas sobrevivem, na Beija-Flor de Nilópolis, 29 obras estão no início da disputa, que terá fim no dia 11 de outubro.

Quatro escolas optaram por não realizar eliminatórias de samba-enredo. O Império Serrano adaptou para samba-enredo "O Que É O Que É", clássico de Gonzaguinha. A São Clemente reeditará "E o Samba Sambou”, hino do Carnaval de 1990. Já Acadêmicos do Grande Rio e Paraíso do Tuiuti optaram por encomendar seus sambas.
Confira um panorama de como estão as disputas nas escolas:

Mocidade Independente de Padre Miguel (final no dia 22 de setembro) – A competição na Mocidade está chegando à reta final. Primeira escola a começar o seu concurso, também será a primeira a definir. Dos 20 inscritos, neste momento, seis estão na competição. A próxima eliminatória será neste domingo, a partir das 17h na quadra antiga da escola (Rua Cel Tamarindo 38 – Padre Miguel). Ingressos a R$ 10. O enredo da escola é “Eu sou o Tempo. Tempo é Vida”, do carnavalesco Alexandre Louzada.

Unidos de Vila Isabel (final no dia 28 de setembro) – A escola do bairro de Noel Rosa conta com nove sambas no páreo. A azul e branca, que tem como enredo “Em nome do Pai, do Filho e dos Santos, a Vila canta a cidade de Pedro”, do carnavalesco Edson Pereira, realiza a próxima eliminatória neste sábado, a partir das 21h30, em sua quadra (Boulevard 28 de setembro,  382 – Vila Isabel). O ingresso custa R$ 10.

Estação Primeira de Mangueira (final no dia 29 de setembro) – A verde e rosa, que apresentará o enredo “História para ninar gente grande”, do carnavalesco Leandro Vieira, realiza mais uma etapa neste sábado, a partir das 20h, na quadra da escola (Rua Visconde de Niterói, 1072 – Mangueira). Oito sambas estão classificados.

Unidos do Viradouro (final no dia 29 de setembro) - A vermelha e branca de Niterói, que está de volta ao Grupo Especial neste Carnaval, tem como enredo “Viraviradouro”, do carnavalesco Paulo Barros.  Oito parcerias estão na briga e se apresentam neste sábado a partir das 18h na quadra da escola (Av. do Contorno, 16 – Barreto, Niterói). A entrada é gratuita.

Portela (final no dia 5 de outubro) – A disputa na Portela é uma das que mais tem atraído a atenção dos sambistas. Não sem motivo: o enredo da escola homenageia Clara Nunes e tem a assinatura da carnavalesca Rosa Magalhães. Neste domingo, a partir das 16h, 16 sambas se apresentam na quadra da escola (Rua Clara Nunes, 81, Madureira). O ingresso custa R$ 10.

União da Ilha do Governador (final no dia 6 de outubro) – Com o enredo “A peleja poética entre Rachel e Alencar no avarandado do céu”, do carnavalesco Severo Luzardo, a União da Ilha conta com 14 sambas em sua disputa e faz a primeira eliminatória neste sábado em sua quadra (Estrada do Galeão, 322 – Ilha do Governador). A entrada custa R$ 10.

Acadêmicos do Salgueiro (final no dia 11 de outubro) – A vermelha e branca da Tijuca foi uma das que começou primeiro a sua disputa e conta com oito sambas no páreo. O enredo é “Xangô”, do carnavalesco Alex de Souza. O próximo corte será no sábado a partir das 23h. A quadra do Salgueiro fica na Rua Silva Teles, 104, no Andaraí. O ingresso custa R$ 20.

Beija-Flor de Nilópolis (final no dia 11 de outubro) – A atual campeã foi a escola que mais tarde começou a disputa: na última segunda-feira se apresentaram os 14 sambas da primeira chave. Nesta quinta-feira, os 15 concorrentes da segunda chave se apresentarão na quadra da escola (Rua Pracinha Wallace Paes Leme, 1025 – Nilópolis). A entrada é franca. A Beija-Flor apresentará o enredo “Quem não viu, vai ver... As Fábulas do Beija-Flor'', da Comissão de Carnaval.

Unidos da Tijuca (final no dia 13 de outubro) – A azul e amarela está fazendo suas eliminatórias nas quintas-feiras. Doze sambas se apresentarão nesta quinta-feira, a partir das 20h. O enredo da Tijuca é “Cada macaco no seu galho. Ó, meu Pai, me dê o pão que eu não morro de fome!”, da Comissão de Carnaval. A quadra da escola fica na Av. Francisco Bicalho, 47, na Zona Portuária. A entrada é franca.

Imperatriz Leopoldinense (final no dia 17 de outubro) – A Imperatriz faz mais uma eliminatória neste domingo, a partir das 20h, em sua quadra (Rua Professor Lacê, 235 – Ramos). Sete sambas estão na disputa e o enredo é “Me dá um dinheiro aí”, dos carnavalescos Mário e Kaká Monteiro. A entrada custa R$ 10.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais CarnaUOL

Topo