Com aclamação da comunidade, Mocidade escolhe samba para 2019

Eduardo Hollanda
Mocidade escolhe samba para 2019 Imagem: Eduardo Hollanda
Anderson Baltar

Anderson Baltar

Anderson Baltar é jornalista, formado pela UFRJ e tem 42 anos. Com mais de 15 anos de experiência na mídia carnavalesca, foi assessor de imprensa da União da Ilha e Império Serrano, produtor de Carnaval da TV Globo e trabalhou em coberturas de desfiles nas rádios Manchete e Tupi. Desde 2011, é âncora e coordenador da Rádio Arquibancada, web rádio com programação inteiramente voltada para o Carnaval. Em 2015, lançou o livro "As Primas Sapecas do Samba", ao lado dos também jornalistas Eugênio Leal e Vicente Dattoli.

23/09/2018 11h03

A Mocidade Independente de Padre Miguel abriu, em grande estilo, a temporada de finais de sambas do Grupo Especial do Rio de Janeiro para o Carnaval 2019. Com quadra lotada, divulgou, como campeão, por volta das 6h, o samba da parceria formada por Jefinho Rodrigues, Diego Nicolau, Marquinho Índio, Jonas Marques, Richard Valença, Roni Pit’stop, Orlando Ambrosio e Cabeça do Ajax.

Com uma bela melodia e uma letra inspirada, que procurou dar uma interpretação mais livre da sinopse do enredo “Eu sou o tempo, tempo é vida”, do carnavalesco Alexandre Louzada, a obra escolhida foi cantada a plenos pulmões pelos torcedores e componentes da verde e branco de Padre Miguel. Terceiro samba a se apresentar dentre os quatro finalistas, foi o que, de longe, se apresentou melhor.

Se, ao início da noite, havia a expectativa de que iria polarizar as preferências com o samba da parceria encabeçada por J. Giovanni, ao se encerrar as apresentações poucos tinham dúvidas de que este seria o samba escolhido pela Mocidade.

Sexta colocada no Carnaval 2019, a Mocidade será a última escola a desfilar na segunda-feira de Carnaval. Geralmente, quem desfila neste horário procura sambas com melodias mais contagiantes para segurar o bom andamento do desfile.

E, neste requisito, o samba vencedor também mostrou-se inteiramente capaz de conduzir a Mocidade a um bom desempenho na Sapucaí. Após o anúncio, o intérprete Wander Pires e a bateria comandada por mestre Dudu já demonstraram estar à vontade com a obra, que, por mais de meia hora foi entoada pelos empolgados componentes.

A temporada de finais de samba prossegue no próximo final de semana. Na sexta-feira (28), a Unidos de Vila Isabel faz sua festa. No dia seguinte, é a vez da Unidos do Viradouro, que, no Carnaval 2019, está de volta ao Grupo Especial.

Confira o samba da Mocidade para o Carnaval 2019:

Compositores: Jefinho Rodrigues, Diego Nicolau, Marquinho Índio, Jonas Marques, Richard Valença, Roni Pit’stop, Orlando Ambrosio e Cabeça do Ajax

OLHA LÁ MENINO TEMPO
TENHO TANTO PRA CONTAR
ERA EU, GURI PEQUENO
PÉS DESCALÇOS, MEU LUGAR
QUANDO UM TOCO DE VERSO ÔÔÔ
SEMEOU A POESIA ÊLÁIÁ

EU COLHI À FLOR DA IDADE
FIZ DE MINHA MOCIDADE
O RAIAR DE UM NOVO DIA

BAILA NO TEMPO, DEIXA O TEMPO PARAR
NAS VIRADAS DESSA VIDA, VOU SEGUIR MEU CAMINHAR
AH QUEM ME DERA VER O TEMPO VOLTAR
E REENCONTRAR O MESTRE NA AVENIDA

DESMEDIDO CORAÇÃO
NO CONTRATEMPO DESSA ILUSÃO
ORA MACHUCA, ORA “CURA DOR”
DO MEU DESTINO COMPOSITOR
TEMPO QUE FAZ A VIDA VIRAR SAUDADE
GUARDA MINHA IDENTIDADE
INDEPENDENTE RELICÁRIO DA MEMÓRIA
PADRE MIGUEL O TEU GURI JÁ NÃO CAMINHA TÃO DEPRESSA
MAS NUNCA É TARDE PRA SONHAR
VAMOS LÁ A HORA É ESSA

SENHOR DA RAZÃO, A LUZ QUE ME GUIA
NOS TRILHOS DA VIDA ESCOLHI TE AMAR
ESTRELA MAIOR, PAIXÃO QUE INEBRIA
EU CONTO O TEMPO PRA TE VER PASSAR

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor