CarnaUOL

Blocos de rua

No aniversário de SP, blocos Baixo Augusta e Tarado pregam liberdade

Sara Puerta

Colaboração para o UOL, em São Paulo

25/01/2018 17h28

O aniversário de São Paulo tornou-se mais uma grande festa dentro da programação de pré-Carnaval da cidade em 2018. Dois dos maiores blocos da capital fizeram na tarde desta quinta-feira (25), um grande encontro na Praça da Sé. Acadêmicos do Baixo Augusta e Tarado Ni Você uniram suas forças e suas bandas para tocar Caetano Veloso, que uma das suas músicas - "É Proibido Proibir" - serviu de inspiração para o tema do bloco do Baixo Augusta deste ano. O músico baiano é "especialidade" do Tarado.

Érica Silveira, estudante de Farmácia, é fiel ao Acadêmicos há três anos. "Para mim é o que há de melhor no Carnaval de São Paulo. Sempre vêem com um tema interessante que tem relação com a nossa situação", disse. As bandas do Tarado e Bloco começaram a tocar por volta das 13h30.

Edson Lopes Jr./UOL
Foliã se diverte em união entre Baixo Augusta e Tarados Imagem: Edson Lopes Jr./UOL

"Estamos aqui contra o conservadorismo, contra o proibicionismo, a LGBTfobia e o machismo. Essa é uma amostra de como será o nosso Carnaval", disse Alê Youssef, presidente do Acadêmicos do Baixo Augusta.

Rafaela Soares, fundadora do Tarado Ni Você, falou sobre o tema "Profane", que rege o bloco em 2018. "A ideia é lembrar as pessoas de lutarem pela liberdade, de serem o que são, de reverenciarem o sagrado, a alegria e a festa de rua. E o Profane teve muita relação com o tema do Acadêmicos e como é a proposta e a construção do Teatro Oficina".

Edson Lopes Jr./UOL
Foliões se reuniram na Praça da Sé no aniversário de São Paulo Imagem: Edson Lopes Jr./UOL

Enquanto Acadêmicos trouxe grandes clássicos do samba e do axé, o Tarado, apresentou o "lado A e o lado B" de Caetano Veloso e diversas músicas da época da Tropicália e botou todo mundo pra dançar até 16h30.

Quase no final da apresentação, integrantes do Teatro Oficina fizeram uma performance, rolando um tecido azul pela banda e público simulando uma limpeza. "É para lavar essa cidade da caretisse", disse um dos atores em cena.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Arcanjo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
Topo