CarnaUOL

Rio de Janeiro

Frase "Tem que manter isso, viu?" vira bloco de Carnaval e samba no Rio

Julio Cesar Guimaraes/UOL
O desfile do Imprensa que Eu Gamo em 2017 Imagem: Julio Cesar Guimaraes/UOL

Carolina Farias

Colaboração para o UOL, no Rio

27/01/2018 04h00

Uma das frases mais emblemáticas da cena política brasileira de 2017 não poderia ser esquecida no Carnaval de 2018. Dita pelo presidente Michel Temer em conversa gravada pelo empresário Joesley Batista, “Tem que manter isso, viu?” _sobre uma suposta compra de silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha_ gerou uma avalanche política e quase levou à queda de Temer. 

Como a política sempre foi ingrediente para marchinhas e sambas no Carnaval, com a famosa frase não seria diferente. Mas além de música, ela virou bloco no Rio e com nomes de peso no comando da brincadeira. O compositor Noca da Portela e a cantora Eliane Faria, filha de Paulinho da Viola, criaram a marchinha e resolveram fazer o bloco, a convite também de Paulo Marinho, proprietário de um bar onde o cortejo será apresentado no próximo dia 3, no Catete, bairro da zona sul do Rio.

“Fizemos uma marchinha bem popular, mas nos modos de antigamente. A ideia surgiu de uma conversa sobre o assunto. Toda a música foi feita com base na frase. Foi fácil fazer tendo Noca como parceiro”, explicou Eliane.

A letra da marchinha também não poupou o juiz federal da Lava Jato, Sérgio Moro.

“Mantenha isso aí, viu!/Mantenha isso aí! Se o Moro checar faça boca de siri”, diz a música.

Segundo Eliane, a ideia de fazer o bloco no bairro também ocorreu por conta de um sentimento de saudosismo do Carnaval de antigamente. “O bloco vai ser no estilo ‘concentra mas não sai’. Queremos tentar fazer o máximo possível um Carnaval de bairro, lembrando o Carnaval de antigamente. Hoje em dia os blocos cresceram muito”, afirmou a cantora.

Para Eliane, o ideal seria que não houvesse situações como a ocorrida para se fazer música para o Carnaval.

“Infelizmente sempre existiu e sempre vai existir. Os artistas refletem o que está acontecendo na sociedade”, diz a cantora.

O bloco será no próximo dia 3, a partir das 19h na rua Silveira Martins, no Catete.

Imprensa que eu gamo

A política também sempre esteve presente nas letras dos sambas que embalam o bloco de jornalistas “Imprensa que eu gamo”, que neste ano completa 24 carnavais. Neste ano não podia ser diferente. Além do “Tem que manter isso aí, viu?”, a letra do samba do bloco lembra de Gilmar Mendes, ministro do STF (Supremo Tribunal Federal).

“Como é um bloco de jornalistas, normalmente os sambas têm base nas notícias do ano. Depende do que ocorreu de relevante no ano e na política isso não falta”, disse o diretor do bloco, Ivan Accioly.

Na letra do samba do Imprensa, que recebeu o nome de “Despacitos para trás” também não faltam menções à censura, ao ex-governador Antony Garotinho, o atual prefeito Marcelo Crivella e o aumento do IPTU, entre outros assuntos que incendiaram o noticiário em 2017.

Mas, segundo Accioly, o nome do ministro do STF foi quase unanimidade durante a competição pelo melhor samba para o Carnaval de 2018.
“Dois oito concorrentes, seis falavam do Gilmar Mendes e suas solturas”, afirmou o diretor.

O presidente do Supremo tirou Garotinho da prisão em dezembro. O ex-governador foi preso no mês anterior na Operação Chequinho, que apura compra de votos nas eleições de 2016 por meio de um programa social. Já o “rei dos ônibus”, o empresário do setor de transporte Jacob Barata Filho foi solto três vezes pelo ministro. Ele foi preso pela operação Lava Jato acusado de pagar propina a políticos no estado do Rio.

Na letra vencedora a “fama” do ministro é mencionada com bom humor, como em todas as menções da música.

“Coleguinha, deixa a redação pra lá/Quando a gente se encontrar

Nem Gilmar vai nos soltar”, diz o samba, que ainda tem a famigerada frase gravada por Joesley Batista.

“Laranjeiras, meu cenário/No centro o Bola é centenário/“Tem que manter isso aí, viu?”Curral do samba é a pauta que caiu”.

Apesar de ser criado por jornalistas, o bloco abraça a todos e a estimativa de público para este ano é de 12 mil pessoas. Ele desfila neste sábado (27) no bairro das Laranjeiras, a partir das 13h, com saída da rua das Laranjeiras, 90.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
Da Redação
TV e Famosos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
Topo