CarnaUOL

Salvador

Recordista do Carnaval, Bell Marques lembra de show que fez para 5 pessoas

Divulgação/Fabio Cunha
O cantor Bell Marques vai se apresentar todos os dias no Carnaval de Salvador Imagem: Divulgação/Fabio Cunha

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

06/02/2018 04h00

Bell Marques, na altura dos seus 65 anos, não se cansa do Carnaval -- e garante que jamais vai se afastar do evento. Batendo recorde em Salvador neste ano tocando em todos os dias do Carnaval, o incansável ex-líder do Chiclete com Banana promete mais de 40 horas de músicas apenas na capital baiana. Mas o sucesso nem sempre foi assim.

"Quando comecei como o Chiclete, lá em 1988, fiz um show vazio em Divinópolis (MG). Tinham cinco pessoas, até em cima do palco tinha mais gente", lembra Bell, aos risos, em entrevista ao UOL. "E o que é legal é que essas pessoas viraram nossas amigas. Depois, elas foram para o Carnaval de Salvador e alugaram uma janela [no caminho do trio elétrico do Chiclete]. Quando passamos o grupo abriu uma faixa em que estava escrito, 'Nós Somos os 5 de Divinópolis!'".

Reprodução/Facebook
Bell Marques com os filhos Rafa e Pipo Imagem: Reprodução/Facebook

Mas shows vazios não fazem mais parte do cotidiano de Bell, pelo contrário. O baiano arrasta uma multidão em qualquer lugar onde coloque o pé, mas se afasta da posição de "rei" do Carnaval. "Eu não quero ser rei de nada. Só quero cantar minha música e fazer a alegria das pessoas O meu grande objetivo é fazer shows para as pessoas que estão ao meu lado, que me seguem na corda, que estão dentro do meu bloco. Eu me empenho para essas pessoas que estão perto de mim, porque há uma troca muito bacana", analisa o cantor.

Agora gerenciando a carreira dos herdeiros Rafael e Pipo Marques, que podem levar o troféu de hit do Carnaval 2018 com "Sarrando", parceria com o "gigante" Léo Santana, Bell não quer se distanciar da folia logo cedo. "Eu tenho uma empresa com meus filhos, que é uma grande produtora. Eu não gostaria de ficar de fora desse ambiente, que é muito agregador, divertido, muito para cima. Por causa disso tudo eu gostaria de ficar nele, me sinto bem ali", afirma.

Último da fila

Dono dos hits "Amor Bacana", "Vou Te Amar o Ano Inteiro" e "Desce Coladinho", além de diversas faixas consagradas com o Chiclete com Banana, Bell Marques foi o último da fila. E a história sempre se repete: aos 45 minutos do 2º tempo, o baiano lança sua candidata à música do Carnaval. 

"Eu sempre faço isso [de demorar para soltar a música], porque a música não aparece", brinca o cantor. "Esse ano estou lançando 'A Patroa Pirou', é uma história engraçada de um cara que foi para a balada e perdeu a hora. Quando ele chega em casa correndo, a vizinhança toda está gritando que a patroa pirou, bateu a porta do quarto e não vai fazer amor. É uma história divertida da vida real", dá risada Bell.

Carnaval tecnológico

A novidade deste ano no icônico bloco "Vumbora", comandado por Bell Marques e que desfila com cordas na sexta (09) e no sábado (10) em Salvador, é um chip acoplado no abadá para impedir falsificações. A proposta inédita ainda terá fiscais espalhados em torno do trio elétrico que conseguirão confirmar a autenticidade do abadá depois do chip ser ativado, evitando a venda clandestina das peças.

"Esse é um passo à frente do Carnaval em si. Nós, que somos os líderes do Carnaval, temos muitos problemas com falsificação de abadás. Acho uma coisa bem legal mesmo, bem moderna. Acredito que seja o futuro dos abadás no Carnaval", opina Bell. Mesmo comprando de cambistas, após ativar o chip, é possível se dirigir a vans espalhadas pelo circuito Barra-Ondina para confirmar a veracidade do produto.

Convidado pela prefeitura de Salvador, Bell Marques também desfila no mesmo circuito Dodô na abertura oficial do Carnaval, na quinta-feira (08), sem corda, a partir das 17h30. O camarote Salvador e o do Nana também recebem shows do ex-vocalista do Chiclete com Banana. Depois de encerrar a folia na capital baiana, Bell Marques segue para Recife e Porto Seguro, depois vai para Belo Horizonte (MG) e termina a jornada carnavalesca no Rio de Janeiro, levantando a poeira no Desfile das Campeãs.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
UOL Especiais
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Carnaval 2018
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo