CarnaUOL

Blocos de rua

Foliões invadem aeroporto Santos Dumont, no Rio, durante passagem de bloco

Lola Ferreira

Colaboração para o UOL, no Rio

12/02/2018 12h54

A promessa foi cumprida: o Boi Tolo desfilou por mais de 12 horas neste domingo de Carnaval. Com horário de início às 8h na Igreja da Candelária, no centro do Rio de Janeiro, o desfile durou até o início da madrugada desta segunda, e terminou na orla de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro. Entretanto, um incidente marcou o cortejo. Por volta das 19h deste domingo (11), centenas de foliões invadiram o aeroporto Santos Dumont, que fica no trajeto entre o centro e a zona sul do Rio.

Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra a segurança do aeroporto tentando bloquear as entradas com bancos e cadeiras, mas a quantidade de pessoas que forçaram a entrada era maior do que o bloqueio. Como a segurança não conseguiu conter os foliões, o Boi Tolo ficou alguns minutos dentro do aeroporto antes de seguir em cortejo pelas ruas da cidade.

Nas imagens, não há indícios de depredação do local, mas os foliões entoaram gritos de protesto contra o Presidente da República, Michel Temer, e o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.

Procurada, a Infraero enviou a seguinte nota: “Nenhum dano foi registrado e a polícia, que já integra o plano de contingência do aeroporto, ajudou a normalizar a situação".

Apesar do incidente, o aeroporto operou normalmente e o fato não causou atraso ou cancelamento de voo.”

O Boi Tolo é um bloco que fez fama por ser “clandestino” na cidade do Rio. Tradicionalmente, o bloco se divide em cinco bois coloridos: verde, azul, roxo, vermelho e amarelo. Cada boi é uma banda, e cada banda sai de um local diferente. Locais comuns são pontos turísticos do centro da cidade do Rio, como AquaRio, o aquário da cidade.

Este ano, porém, o bloco inovou: três dos cinco “bois” se concentraram no mesmo local e dali seguiram rumos diferentes com o objetivo de ocupar as ruas do centro do Rio.

Um quarto boi saiu de Niterói, na região metropolitana, e chegou à cidade numa barca que atravessou a Baía de Guanabara. Já o quinto boi, dedicado às crianças, se concentrou na praça da Cruz Vermelha, também no centro do Rio. Sem trajeto definido, o bloco entra nas ruas em que é possível passar, e então uma força-tarefa de voluntários bloqueia o trânsito durante a passagem dos foliões.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Arcanjo
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
Topo