CarnaUOL

Anderson Baltar

Após operação, Grande Rio diz que preparativos continuam normalmente

Tânia Rêgo/Agência Brasil
Polícia cumpre mandados judiciais no Rio Imagem: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Anderson Baltar

Anderson Baltar é jornalista, formado pela UFRJ e tem 42 anos. Com mais de 15 anos de experiência na mídia carnavalesca, foi assessor de imprensa da União da Ilha e Império Serrano, produtor de Carnaval da TV Globo e trabalhou em coberturas de desfiles nas rádios Manchete e Tupi. Desde 2011, é âncora e coordenador da Rádio Arquibancada, web rádio com programação inteiramente voltada para o Carnaval. Em 2015, lançou o livro "As Primas Sapecas do Samba", ao lado dos também jornalistas Eugênio Leal e Vicente Dattoli.

06/12/2018 16h22

Em mais um capítulo do conturbado período pré-Carnavalesco de 2019, a Acadêmicos do Grande Rio teve sua quadra e barracão como alvos de uma operação da Polícia Civil e do Ministério Público na manhã desta quinta-feira. O presidente de honra da agremiação, Jayder Soares, é acusado de chefiar uma organização criminosa, realizando exploração de jogos de azar e lavagem de dinheiro. Documentos foram recolhidos e a Justiça ordenou o bloqueio de R$ 20 milhões em bens dos envolvidos. Além de Jayder, são alvos de acusação, seu filho Yuri Soares e o sobrinho Leandro Soares.

A escola, que ficou em penúltimo lugar no Carnaval 2018 e salvou-se do rebaixamento graças a uma controvertida virada de mesa, não quis comentar sobre as acusações que envolvem seus mandatários. Em nota divulgada nas redes sociais, a Grande Rio afirma que o fato não atrapalhará seus preparativos para o desfile.

"Acadêmicos do Grande Rio vem trabalhando de forma intensa, tanto na preparação de seus segmentos quanto em suas atividades no barracão e na quadra. Alegorias e fantasias já estão em produção acelerada no barracão da escola, assim como os ensaios de bateria e casal de mestre-sala e porta-bandeira estão acontecendo a todo vapor (...) Com os ensaios já iniciados, a promessa é de um espetáculo de grande impacto para o público, repleto de inovações", informa a agremiação.

Este é o segundo caso que envolve as escolas de samba do Grupo Especial no noticiário policial neste ano. Mês passado, o presidente da Mangueira, Francisco de Carvalho, deputado estadual reeleito, foi preso em decorrência da Operação Furna da Onça.  Dentre as acusações, o recebimento de propina do ex-governador Sérgio Cabral, preso desde 2016. O dinheiro recebido serviria para custear despesas do desfile da Mangueira no Carnaval de 2014.

A Acadêmicos do Grande Rio, administrada pelo grupo de Jayder desde sua fundação, em 1988, notabilizou-se por realizar Carnavais luxuosos e por, ao longo dos anos, ter atraído grandes patrocinadores para o desfile das escolas de samba cariocas. Por sinal, este foi um dos principais motivos apontados para a decisão da Liesa de rever seu rebaixamento. Curiosamente, há 15 dias, a escola anunciou que não promoverá mais o seu camarote na avenida, há muitos anos localizado entre os setores 3 e 5. O motivo alegado foi a fuga de patrocinadores.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Anderson Baltar
Topo